Harold Ramis, ator, realizador e argumentista americano, faleceu na manhã de ontem, dia 24 de fevereiro, aos 69 anos.

O ator, mais conhecido pela sua interpretação do Dr. Egon Spengler no filme de 1984 Ghostbusters, foi vítima de complicações de doença cardiovascular, da qual sofria desde 2010.

Para além do seu papel como Dr. Spengler, Ramis destacou-se por interpretar Russell Ziskey em Stripes (1981) e por escrever e realizar comédias como Caddyshack (1980) e Groundhog Day (1993). A sua mais recente contribuição em Hollywood foi para a longa-metragem Year One, de 2009, que realizou, escreveu e co-produziu, e na qual também atuou.

Na sequência da divulgação da sua morte, algumas personalidades ligadas a Ramis manifestaram-se acerca do ocorrido. Dan Aykroyd, que co-protagonizou Ghostbusters juntamente com o ator, escreveu pelo Twitter: “Profundamente triste pela notícia do falecimento do brilhante, talentoso e engraçado co-escritor/artista e professor Harold Ramis“.

O ator Bill Murray, que também participou no aclamado filme de 1984, afirmou: “Ele ganhou o seu sustento neste planeta. Que Deus o abençôe.”  Jon Favreau, ator e realizador, também deixou seus pêsames: “Trabalhei para ele há anos. Ele era excelente. O seu trabalho mudou a minha vida. Sentir-se-á sua falta.”

Ramis, que já foi premiado com um American Comedy Award, um British Comedy Award e um BAFTA na categoria de argumentista, deixa a sua mulher, três filhos e dois netos.