Mel Ottenberg é conhecido pelo trabalho com Rihanna e é uma das centenas de pessoas que estão por detrás das cortinas e constroem a imagem de dezenas de celebridades, prontas para aparecem nas câmaras em todo o tipo de eventos ou em espetáculos. O Espalha-Factos dá-te a conhecer a formação, o trabalho e episódios da carreira do stylist.

“Eu sou a cola que mantém tudo junto”, começa por dizer Ottenberg à Style.com sobre o seu trabalho como stylist, e acaba por exemplificar o seu desempenho numa sessão fotográfica: necessita de manter o penteado e a maquilhagem para o artista durante toda a sessão, recebe as roupas e trabalha com o modelo e o fotógrafo. “Há uma tonelada de colaboração envolvida” afirma o stylist. Ele está lá, fundamentalmente, para tudo funcionar, para manter tudo no ponto certo.

Mel Ottenberg contou que se tornou “super, super obcecado com moda” durante o seu crescimento. Debruçou-se sobre cada palavra nas revistas Vogue e começou, em tenra idade, a ir a discotecas, “vendo moda e glamour por esse ângulo”. Formou-se na Rhode Island School of Design (RISD) e mudou-se, logo depois, para Nova Iorque de forma a começar a trabalhar com alguns designers.

Mel Ottenberg

Stephanie & Marlon Teixeira para a Vogue Hommes Internacional outono/inverno 2012

“Por muito que amasse design e respeitasse o processo de colocar uma coleção junta”, o stylist afirmou que não gostava de estar preso à criação de algo por seis meses. Ottenberg não tinha a certeza do que fazer até lhe pedirem para fazer trabalho de styling, ao acaso, para um amigo da revista The Face. “Mantive, durante muito tempo, um caderno de ideias e mostrava-o a fotógrafos de que gostava, quando tinha a oportunidade de conhece-los”, conta o Ottenberg à Style.com sobre o desenvolvimento do seu trabalho com stylist.

Sobre trabalhar em styling masculino, diz que “é muito mais do ‘senso comum’”. E continua a relatar a experiência à Style.com ao dizer que “só quero que eles pareçam cool, tenham eles 10 ou 80 anos”. Trabalhar com moda feminina é um campo completamente diferente para o stylist. Considera que a “moda feminina é uma grande maneira de exprimir diferentes formas de estar, diferentes energias”.

Moda feminina é sobre “uma ideia condutora e exótica que tenho, sobre a criação da imagem perfeita na minha cabeça”. Para Ottenberg, em relação à moda masculina, deseja colocar as mulheres a pensar “eu quero andar com aquele rapaz”. Já quando trabalha com moda feminina quer implantar o pensamento “Eu quero estar no lugar dela”. O seu grande apelo no trabalho é estar sempre a mudar continuamente as coisas.

Rihanna

Fotografia por Inez van Lamsweerde e Vinoodh Matadin para a o32c. Styling por Ottenberg

Ottenberg é conhecido pelo trabalho com Rihanna, uma das cantoras pop mais reconhecidas a nível mundial. Em entrevista à ELLE, o stylist lembrou-se da época em que conheceu a artista e começou a trabalhar com ela. Foi em 2011, antes da atuação da cantora no intervalo da NBA. Tratou-se de “grande espetáculo, com 75 dançarinos e ela” e tinha de fazer o trabalho de styling em dois dias.

Inicialmente pensou “não, não consigo fazer isto”, recorda-se o stylist, mas acabou por mudar de ideias e aceitou o desafio, a ser elaborado rapidamente. O trabalho entre Rihanna e Mel Ottenberg funcionou tão bem que acabou por fazer o styling da digressão Loud Tour e ainda se mantém com a artista. Mas, por vezes, Ottenberg tem de convencer a artista a usar algumas peças para determinadas ocasiões por ter opiniões diferentes.

Recorda o dia em que escolheram o vestido negro Tom Ford usado pela cantora na Met Gala em 2012. “Eu soube imediatamente que era o vestido dela, mas ainda me levou um pouco para convence-la de que era aquele” que devia ser escolhido. “Nós normalmente concordamos mas às vezes só digo ‘Rihanna, veste o vestido!’”, afirma o stylist sobre a relação entre os dois.

Quando questionado sobre o que gostava ainda de fazer na sua profissão, Mel Ottenberg afirma que ainda há pessoas com quem gostava de trabalhar mas “tive a oportunidade de trabalhar com muitos dos meus heróis por isso não me posso queixar”. Mas não deixa de dizer à Style.com que gostava de se envolver mais “em design e consultoria”, especialmente de uma marca desportiva.

Adam Selman for Rihanna

Adam Selman para Rihanna. Styling por Mel Ottenberg