Sopa Nuvem, um espetáculo da companhia portuguesa Caótica, venceu o Prémio Momix 2014, atribuído pelo festival de teatro Momix, em Kingersheim, França.

Em declarações ao Diário de Notícias, Caroline Bergeron, uma das responsáveis da companhia Caótica, admitiu desconhecer a existência do prémio.

Sopa Nuvem, cujo público-alvo é jovem (dos 8 aos 16 anos), é uma co-produção com a Fábrica das Artes, do Centro Cultural de Belém, onde foi apresentado, e conta a história de um homem, que acolhe o espetador na sua cozinha e mergulha nas suas memórias de infância e em conversas com a família, na busca da receita de uma sopa de feijão que o seu pai fazia.

A 23ª edição do festival Momix, que se realizou entre 30 de janeiro e 10 de fevereiro, apresentou mais de 40 espetáculos de vários países, para público a partir de 18 meses, tendo estado presentes o Tof Théatre e o Bouffou Theátre, da Bélgica, a Puppentheater Halle, da Alemanha, a Companhia L’Arrière Scène, do Quebeque, e muitos grupos franceses, que não podiam deixar de estar presentes.