Depois de anunciar no passado mês de novembro a realização de um concurso cujo prémio ascende aos 300.000 euros, o grupo LVMH revela agora os finalistas do LVMH Prize for Young Designers. Entre estes consta uma dupla portuguesa: Marques’Almeida. O júri engloba nomes sonantes no universo da moda, como Raf Simons, Marc Jacobs ou Karl Lagerfeld.

O grupo LVMH é um aglomerado de marcas multinacionais associadas ao mercado de luxo. Das bebidas como o Möet & Chandon às maisons de pronto-a-vestir, como a Louis Vuitton, Kenzo ou Céline, este reduto do luxo tem uma importância fundamental no panorama de moda e influência suficiente para desenvolver um concurso destas dimensões, com um prémio tão avultado.

O objetivo é fornecer a um jovem criador fundos suficientes para estabelecer uma marca e tornar viável a sua expansão, da mesma forma que se pretende sustentar importância da renovação e da criação jovem como meio de progredir no discurso de moda global. Ao desafio, que terminou a dois de fevereiro, atenderam mais de 1.200 candidaturas. Nesta fase foram selecionados 40 designers. Entre os selecionados sublinham-se alguns nomes já conhecidos dentro do circuito de moda, nomeadamente Edward Meadham e Benjamin Kirchhoff (Meadham Kirchhoff), Erin Beatty e Max Osterweis (Suno), Shane Gabier e Chris Peters (Creatures of the Wind), Craig Green ou Simone Rochas.

Erin Beatty e Max Osterweis estabeleceram em Nova Iorque a marca Suno, recentemente nomeada para os CFDA Awards entre os talentos emergentes na moda norte-americana. O seu estilo pauta-se pela descontração e pelo bom humor que se traduz em paças aparentemente confortáveis, com inúmeros padrões em justaposição e cores apelativas.

Erin Beatty e Max Osterweis estabeleceram em Nova Iorque a marca Suno, recentemente nomeada para os CFDA Awards, entre os talentos emergentes na moda norte-americana. O seu estilo pauta-se pela descontração e pelo bom humor que se traduz em paças aparentemente confortáveis, com inúmeros padrões em justaposição e cores apelativas.

Os portugueses Marta Marques e Paulo Almeida, fundadores da marca Marques’Almeida estão também entre os nomeados. São apontados regularmente como dois dos mais promissores jovens criadores a trabalhar em Londres, e presença regular na semana de moda londrina e na ModaLisboa. Introduziram uma abordagem única à ganga: surge em bloco, de forma crua, quase invasiva, com bainhas desfiadas e outros acabamentos que aludem à estética grunge e naturalmente cool dos anos noventa. A marca tem ainda protagonizado eloquentes momentos de street style entre os editores de moda que acorrem aos principais eventos, devidamente registados pelos mais reputados bloggers de moda, que lhes oferecem destaque em plataformas globais como o Style.com.

Dos trinta nomeados, serão triados apenas dez. Esse trabalho será da responsabilidade de uma equipa de pesos-pesados da indústria. Constam Carine Roitfeld (ex-diretora executiva da Vogue Paris e fundadora do CR Fashion Book), Tim Blanks (Style.com), as supermodelos Natalia Vodianova e Mariacarla Boscono, o fotógrafo de moda Patrick DemarchelierBabeth Djian (Número Paris), Katie Grand (Love Magazine) ou a make-up artist Pat McGrath.

Marques'Almeida, a dupla formada por Paulo Almeida e Marta Marques, está entre os nomeados, assim como a o universo bold e irónico da marca Meadham Kirchhoff. Ambas têm sede em Londres.

Marques’Almeida, a dupla formada por Paulo Almeida e Marta Marques, está entre os nomeados, assim como a o universo bold e irónico da marca Meadham Kirchhoff. Ambas têm sede em Londres.

A escolha do vencedor será finalmente levada a cabo pelo juri principal, composto por aqueles que são, possivelmente, os nomes mais sonantes e intocáveis do discurso de moda no momento. Nada menos que Karl Lagerfeld (Chanel), Marc Jacobs, Raf Simons (Dior), Nicolas Ghesquière (ex diretor-criativo da Balenciaga), Humberto Leon e Carol Lim (Open Cerimony, Kenzo), Phoebe Philo (Céline) e Ricardo Tisci (Givenchy).

O vencedor será revelado em abril deste ano e terá oportunidade de estagiar em qualquer marca do grupo, junto dos designers mais eminentes.

O trabalho visionário de Craig Green.

O trabalho visionário de Craig Green.