Desde novembro de 2012 a marcar presença no Facebook, Ivo Bernardo não tem qualquer formação em pintura, mas as suas telas não passam despercebidas, pelo menos a 8.087 pessoas, que seguem este artista autodidata luso-descendente.

Ivo nasceu em Delémont, na Suíça, a 12 de março de 1992 e, mais tarde, voltou a Portugal, onde reside, trabalhando como barman na Covilhã. Tendo feito uma pausa nos estudos após terminar o ensino secundário, nunca esqueceu a paixão que, segundo o próprio, começou “no infantário, com tintas azuis à base de água para pintar à mão”, e desde então que gosta de “aprender, experimentar, pesquisar, descobrir”, sendo leitor assíduo de biografias de pintores “como Pollock, Picasso, Dalí, Kandinsky, Renoir”.

Apaixonado “por arte tanto moderna como antiga, nas mais variadas vertentes, da arte sacra à contemporânea”, prefere expressar-se através da pintura em tela. Contudo, também trabalha com molduras em talha e objetos em marfinite, uma vez que “rotina é palavra proibida dentro do atelier” e adora “experimentar novas técnicas, cores, tendências e materiais”.

Ivo Bernardo lembra-se de ter cinco anos e pedir ao pai um cavalete e tintas, para “começar a criar o que estava aglomerado” na sua cabeça “a gritar para ser libertado”. Adepto do Surrealismo e inspirando-se no Abstracionismo, acabou a criar telas de pequenas dimensões, nas quais narra histórias, “repletas de ousadia que perturba e emociona ao mesmo tempo”.

Aconselhado e incentivado por alguns amigos mais próximos, decidiu criar uma página para divulgar alguns dos seus trabalhos e, efetivamente, “foi um excelente motor de arranque para exposições físicas e venda de obras”, que é feita “apenas com contacto pessoal do interessado por mensagem”, via Facebook ou email“ou no decorrer de alguma exposição artística”.

O preço das suas obras varia dos 35€ aos 170€ e já tiveram expostas, temporariamente, uma vez no teatro municipal da Covilhã e duas na EPSM – Escola Profissional de Salvaterra de Magos. Um dia, admite, gostaria de ver o seu trabalho exposto em alguma loja ou galeria.