A marca italiana Valentino emitiu um pedido de desculpas depois de ter difundido uma newsletter por e-mail que converteu o funeral de Philip Seymour Hoffman numa oportunidade promocional.

O e-mail destacava imagens da co-protagonista de The Master, Amy Adams carregando no braço uma carteira da marca, no valor de 2.500 dólares. “Temos a honra de anunciar que Amy Adams usou a carteira Valentino Garavany Rockstud Duble da coleção primavera/ verão 2014, a 6 de Fevereiro, em Nova Iorque.“, podia ler-se no texto.

Jornalistas e bloggers rapidamente tornaram viral a falha de conduta da marca de produtos de luxo e sublinharam o aproveitamento de uma situação delicada para fins promocionais. Amy Adams rapidamente veio a público esclarecer que não é spokesperson da Valentino e que não fazia ideia da finalidade de tais imagens. Mona Swanson, vice-presidente de comunicação da Valentino em território norte-americano, rapidamente apresentou as desculpas da marca, como se pode ler em comunicado no The Guardian:

Apresentamos as nossas sinceras desculpas por ter divulgado uma fotografia para os media de Amy Adams com uma carteira Valentino. Não fomos alertados de que a fotografia havia sido tirada durante o funeral de Philip Seymour Hoffman. Foi um lapso inocente e apresentamos as nossas desculpas a Ms. Adams que não foi alertada ou fez parte dos esforços das nossas relações públicas.”.

O website Time acentua ainda que, paralelamente à “falha de gosto e de bom senso”, o publicitário que enviou o e-mail enganou-se a escrever o apelido do designer (“Garavani” e não “Garavany”) e o nome da carteira, que se chama “Rockstud Double” e não “Rockstud Duble“, como constava na newsletter.

article-2554423-1B48E9A600000578-831_1024x615_large