Hoje a TVI estreia a nova novela, O Beijo do Escorpião, e o Espalha-Factos faz o perfil de Dalila Carmo, uma das protagonistas da tramaVencedora do Globo de Ouro e do prémio Sophia para melhor atriz de cinema em 2013, Dalila Carmo foi uma das protagonistas do panorama audiovisual no ano que passou. Agora, regressa às telenovelas como Rita em O Beijo do Escorpião, no ano em que celebra o seu 40º aniversário.

Dalila Carmo e Sousa Amorim  nasceu a 24 de agosto de 1974 em Vila Nova de Gaia.  Trabalhou na Companhia de Teatro de Almada, sob a direção de Joaquim Benite, em Moliére de Sergei Bulgakov (1995) e Filopópulus de Virgílio Martinho (1995).

Da formação à estreia em televisão e cinema

Em 1996, Dalila formou-se em Nova Iorque, no Actors Studio. Mais tarde, integrou o elenco de outros espetáculos, como Artnaud Estúdio com Paulo Filipe (1997) e assinou em 1999, na Culturgest, a encenação do projeto Entre Tantos na Cadeira do qual foi autora.

No cinema, depois de aparecer na curta-metragem de Paulo Castro, O Criado Ostrowski (1990), participou em Vale Abraão (1993) de Manoel de Oliveira. Seguiram-se outras produções cinematográficas nacionais e internacionais, das quais se destacam as longas-metragens A Comédia de Deus (1995) de João César Monteiro, Tráfico (1998) de João Botelho e Os Meus Espelhos (2005) de Rui Simões.

Estreou-se em televisão em 1998, na série Diário de Maria, da RTP. Em 1999, Dalila Carmo integra o elenco de Todo o Tempo do Mundo, iniciando assim a sua participação na ficção nacional da TVI, estação na qual permaneceu até 2010. Filha do Mar, Equador, A Jóia de África, Ninguém Como Tu e Tempo de Viver foram algumas das produções nas quais participou.

O Amor por Florbela

Em 2012, protagoniza aquele que viria a ser um dos papéis mais marcantes da sua carreira: o de Florbela Espanca no filme Florbela do realizador e argumentista Vicente Alves do Ó. “Tenho muito amor por esse projeto” revelou a atriz, na altura, à revista Vidas do Correio da Manhã. Graças a esta personagem, Dalila viu o seu trabalho reconhecido com um Globo de Ouro, um Sophia, uma prémio da cooperativa GDA (Gestão dos Direitos dos Artistas, Intérpretes ou Executantes) , uma homenagem no Bragacine, entre outros prémios.

Atualmente, Dalila Carmo pode ser vista na série histórica Os Filhos do Rock, da RTP1, todos os sábados às meia-noite. A partir desta semana, será ainda a protagonista de O Beijo do Escorpião.A novela é uma grande prova de resistência porque trabalhamos muito. Por isso já estou preparada para levar uma tareia“, confessou a atriz à revista Caras. A nova aposta da TVI marca o regresso da atriz a este género televisivo, depois de ser Sofia em Sedução, no ano de 2011, também na estação de Queluz.

Conhecida do grande público sobretudo pelos papéis que interpretou nas ficções da TVI, nesta nova produção será Rita, uma mulher que acolhe a irmã Alice (Sara Matos) na sua família sem suspeitar que ela é a vilã da história. Dalila vai interpretar uma personagem casada com a de Pedro Lima, tendo como ‘filhos’ os atores Rodrigo Paganelli e Luís Ganito. O resultado do seu novo trabalho poderá ser visto de segunda a sexta, na TVI.