fevereiro2014

Cine-Teatro António Pinheiro, em Tavira, com sessões de cinema em fevereiro

O Cine-Teatro António Pinheiro já tem programação para o próximo mês. As noites dos dias 6, 13, 14, 20 e 27, por volta das 21h30, estão planeadas com filmes portugueses, americanos, realizados entre a Rússia e a França e entre a França e o Japão. A escolha é variada e o preço do bilhete é uma alegria, “de rir e chorar por mais”.

No dia 6 é exibido A Moral Conjugal (2012), de Artur Serra Araújo, um drama português acerca de traição e mau-comportamento numa relação e as suas consequências. A história de uma mulher bonita, Manuela (representada por São José Correia), que gosta de ter relações casuais com homens que vai conhecendo, quando o seu namorado (representado por José Wallenstein) está fora da cidade.

A 13 de fevereiro vai passar Before Midnight (2013), de Richard Linklater. O filme retrata a vida de Jesse e Celine nove anos após a conclusão de Before Sunset.

No dia 14 é exibido o documentário Senna (2010), de Asif Kapadia, acerca da monumental e trágica vida do legendário Ayton Senna, um corredor brasileiro que ganhou o campeonato de F1 três vezes antes de morrer aos 34 anos.

A 20 de fevereiro, o público pode ver Terra de Ninguém (2013), de Salomé Lamas. Trata-se de um documentário acerca da história de vida de Paulo Figueiredo, um homem de 66 anos que fez parte de um comando de elite na Guerra Colonial, em Angola, Moçambique e Guiné e, depois do 25 de Abril, foi mercenário a soldo da CIA e dos GAL, tendo acabado por cumprir 15 anos de prisão. Este filme arrecadou 4 prémios no Doc Lisboa 2012, incluindo Melhor Longa-Metragem Nacional e Prémio do Público para Melhor Longa-Metragem Nacional.

No último dia, a 27 de fevereiro, Like Someone in Love (2012), de Abbas Kiarostami, passa no Cine-Teatro António Pinheiro e relata uma estranha e inesperada relação entre uma jovem prostituta e um viúvo.

O Cine-Teatro António Pinheiro, em Tavira, reconstruído em 1968, foi adquirido pela autarquia tavirense em fevereiro de 2001. Antigo Teatro Popular e mais tarde rebatizado com o nome atual, homenageia António José Pinheiro, nascido em 1876 e falecido em 1943, uma figura importante no panorama do Teatro Português.

Foi ator, encenador, diretor de companhia e professor da “arte de representar”, tendo fundado grémios e instituições de apoio ao artista. Pensou e escreveu sobre representação e sobre a problemática do Teatro do seu tempo e deixou três livros de memórias. “O teatro era a sua atividade do coração, mas não é de desprezar a sua passagem pela 7ª Arte, onde chegou a fazer direção de atores e depois realização”.

No espaço decorrem sessões regulares às quintas-feiras. São 430 lugares, na plateia, que se encontram disponíveis para uso. Para projetar os filmes, existem 2 projetores Philips F6: um deles foi adaptado com uma lâmpada Xênon e o outro funciona com barras de carvão, sendo utilizado ocasionalmente para exibir lançamentos de filmes. A montagem dos filmes é ainda efetuada manualmente numa antiga enroladeira sem motor.

O preço normal dos bilhetes é de 4 euros (2 euros para sócios e estudantes).

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Eurovisão 2019 - EF
Eurovisão 2020. Programa especial honra canções participantes em maio