De forma a comemorar os cem anos do nascimento de Julio Cortázar, assim como os 30 anos após a sua morte, a Casa da América Latina e a Fundação José Saramago vão promover um evento no dia 12 de fevereiro, dedicado ao romancista argentino.

O evento terá lugar no Jardim de Inverno do Teatro de São Luiz e contará com a leitura de trechos do conto O Perseguidor por José Rui Martins, ator da Associação Cultural e Recreativa de Tondela (ACERT), e a interpretação de temas do saxofonista e compositor Charlie Parker, a quem Cortázar dedicou o conto.

Como parte da comemoração, está também prevista uma maratona de leitura de Rayuela, considerada por muitos como a obra máxima do autor argentino. Presentes estarão também editores, jornalistas e escritores portugueses que falarão sobre a obra de Cortázar, assim como haverá um colóquio sobre o autor de A Volta ao Dia em Oitenta Mundos. O evento ficará também marcado pela presença de especialistas, tradutores e estudiosos de Lisboa. A Fundação José Saramago vai também lançar um número especial da sua revista Blimunda, dedicado a Cortázar.

Julio Florencio Cortázar nasceu a 26 de agosto de 1914 na Embaixada Argentina em Ixelles, na Bélgica. Considerado como um dos autores mais originais do seu tempo, os seus contos e poemas inspiraram muitos cineastas. Para além dos contos que serão apresentados no evento, alguns dos trabalhos mais conhecidos de Cortázar incluem As Armas Secretas e Histórias de Cronópios e de Famas.