Cinema Londres

Cinema Londres em risco de se transformar numa loja de produtos chineses

O histórico Cinema Londres, na Avenida de Roma, em Lisboa, vai ser transformado numa loja chinesa de retalho. 

Encerrado em 2013, pela exibidora Socorama, o espaço do cinema Londres será alvo de obras de remodelação para a instalação de um estabelecimento comercial com um contrato de dez anos.

Os donos do antigo cinema frisam que “as instalações e os equipamentos estavam em estado de acentuada degradação”. Situação que, acrescentam, se agravou quando, “por decisão do Administrador Judicial de Insolvência, foi removido e vendido todo o recheio relativo ao cinema propriamente dito (cadeiras, écrans, projectores, instalação eléctrica, etc) e ao restaurante/snack-bar” deixando o espaço num estado terrível quase sem recuperação.

Sem data de abertura do espaço comercial, sabe-se apenas que o valor da renda está abaixo do que é praticado nesta zona da cidade.

Face a esta decisão, foram lançadas duas petições, incluindo uma pelo Movimento de Comerciantes da Avenida Guerra Junqueiro, Praça de Londres e Avenida de Roma, em defesa do cinema, mas nenhuma deverá ter efeito, visto que o contrato já está assinado.

Nessa petição alega-se claramente que  “existe vontade e disponibilidade por parte de diversas entidades públicas e privadas, moradores e comerciantes para encontrar uma solução conjunta que, em paralelo com uma opção comercial, garanta a manutenção de um pólo cultural na freguesia do Areeiro”. 

O representante do proprietário do Londres respondeu, afirmando que “os comerciantes acordaram tarde” ao alegarem que “não sabiam” que havia hipótese de realizar um negócio e questiona se os lojistas teriam “capacidade para suportarem o elevadíssimo custo das obras de recuperação do espaço e o encargo com a renda pretendida”.

Recorde-se que o cinema Londres foi inaugurado a 30 de Janeiro de 1972, com o filme Morrer de amar de André Cayatte e foi  uma das últimas salas em Lisboa a existir fora dos centros comerciais.

Mais Artigos
Carolina Deslandes - Mulher
À Escuta. Carolina Deslandes lança um alerta em nome das mulheres