al pantalone

‘Al Pantalone’, de Mário Botequilha, estreia no Teatro Meridional

Al Pantalone, de Mário Botequilha, estreia dia 10 no Teatro Meridional, com encenação de Miguel Seabra e interpretação de Guilherme de Noronha, Rui M. Silva, Sofia Correia e Vítor Alves da Silva.

Seguindo a linha de trabalho que caracteriza a história do Teatro Meridional e o seu percurso artístico enquanto companhia, Al Pantalone é a história de um embuste. Nada voltará a ser igual depois do golpe dado a um país, a uma geração, a muitas gerações, pelo ganancioso Pantalone, o homem que quer sempre mais uma moedinha no porta-moedas e um amigo bem colocado no bolso. Esta é a época em que a culpa morre solteira. E, no momento em que tudo muda para que tudo fique igual, quem reina é o Pantalone”.

Miguel Seabra e Natália Luiza, diretores artísticos do TM, declaram que “o momento histórico e social que atravessamos catapulta, infelizmente, mais do que nunca, as sociedades à submissão do controlo feito por Pantalones e Doutores”, sendo, por isso, os protagonistas, que deixam todas as contas para os “Zanis, Columbinas, Flávios e Isabelas”. Acrescentam ainda que o humor estará certamente presente, já que entendem que este é “um dos mais sérios compromissos do teatro e do seu lugar social”.

Mário Botequilha já criou dois textos com o Teatro Meridional, um dos quais, intitulado Delírios dell’Arte, recebeu o Prémio Melhor Texto de Teatro 2001, conferido pela Associação Portuguesa de Argumentistas e Dramaturgos.

A peça estará em cena de 10 a 26 de janeiro, de quarta a sábado às 21h30 e todos os domingos às 16h.