David Dinis, editor de política do semanário Sol será o diretor de um novo jornal digital, Observador, cujo lançamento está previsto para os primeiros meses deste ano. David Dinis teve o apoio de José Manuel Fernandes, ex-diretor do Público, que foi seu consultor neste projeto e assumirá funções de publisher do jornal.

Este projeto conta com investidores como Alexandre Relvas, presidente da Logoplaste, e António Carrapatoso, ex-presidente da Vodafone. Outros nomes falados, e posteriormente confirmados pela agência Lusa, são os de Filipe de Botton, diretor da Logoplaste, Luís Amaral, proprietário da empresa Eurocash, e Carlos Moreira da Silva, fundador e primeiro presidente do Público.

Confrontado com o porquê de investir no projeto, Carlos Moreira da Silva responde: “Acho que o projecto do José Manuel Fernandes e da equipa dele tem uma visão diferente” por “ser online e ter opinião“.

Observador já tem uma página online ainda em fase experimental, onde se afirma como um meio de comunicação 100% português, independente mas que segue uma linha editorial concisa: “defende sem ambiguidades a democracia representativa, a economia de mercado e uma sociedade aberta e global – por isso estimulará debates públicos e não hesitará em tomar posição“.

A página experimental do Observador, que está também à procura de jornalistas, pode ser consultada no site www.observador.pt.