Sherlock Holmes

Sherlock Holmes e Watson sem direitos de autor

O mais famoso detetive do mundo, criado pela mente de Sir Arthur Conan Doyle, não está protegido pelos direitos de autor nos Estados Unidos, e poderá ser usado por qualquer criador, sem que este tenha de pagar direitos de autor aos familiares do escritor. Como determinado por Ruben Castillo, juiz do estado de Illinois, Sherlock Holmes e o amigo Watson, estão livres de quaisquer direitos, ao contrário dos restantes elementos usados nas histórias.

Contudo, os herdeiros de Sir Arthur Conan Doyle consideram que o copyright também se aplica às personagens, e querem impedir qualquer uso das mesmas, a menos que sejam pagos direitos de autor. Leslie Klinger, um editor que tem como desejo publicar uma série de histórias sobre Sherlock Holmes, levou o caso a tribunal, alegando que o detetive “pertence ao mundo”. O tribunal de Illinois acabou por decidir a favor de Leslie Klinger.

Sherlock Holmes surgiu pela primeira vez em 1887 no romance Um Estudo em Vermelho, tendo entrado em mais três livros e mais de cinquenta short stories, ganhando rapidamente a fama de melhor detetive do mundo.

Mais Artigos
A Vida em Tons de Cinza TVCine Edition
‘A Vida em Tons de Cinza’ estreia no TVCine Edition em homenagem às vítimas do Holocausto