Hoje a cidade Invicta volta a ser invadida pela 3ª edição do TRIPS à moda do Porto. As duas salas da cave do Plano B, na Rua Cândido dos Reis, ficarão por conta dos berlinenses Camera, dos escoceses The Cosmic Dead e dos norte-americanos Eric Copeland e Al Lover, que são garantia mínima para a festa psicadélica noite dentro.

Os Camera, a par dos Cosmic Dead, serão o expoente máximo da alucinação rock, da estrada para o espaço, com a orgânica instrumental a servir de catalisador para o motor de origem alemã que propulsou o trio berlinense do metro de Berlim para os palcos do mundo, com o aval de Michael Rother, dos míticos Neu!. Embalados, passaram no verão pelo festival Milhões de Festa, onde protagonizaram um dos concertos mais aclamados do evento.

Dos Cosmic Dead espera-se, por outro lado, uma cadência rítmica menos acelerada pelo ambiente urbano e por uma percussão peculiar, mas nem por isso menos uma descarga eléctrica menos dopada pelo kraut. Na onda, a banda de Glasgow traz o mais recente Inner Sanctum, editado durante este ano.

Há já demasiado tempo que a ainda jovem DFA anda a marcar pontos no panorama alternativo e dos clubes desse mundo fora. Não será por acaso que Eric Copeland, um terço dos Black Dice, volta a figurar nos listas de melhores registos da electrónica de 2013 com o tento a solo Joke in the Hole, lançado com o selo da label de James Murphy. Não será, também, por acaso que a farra está garantida para a sala Cubo do espaço, também.

A pós-festa, despedida de 2013 da Amplificasom e consequente “até um dia destes” do TRIPS à moda do Porto, será assegurada por Al Lover, mestre de cerimónias no Austin Psych Fest, e pela Lovers & Lollypops Soundsystem.

Os bilhetes para o TRIPS à moda do Porto estão à venda na Amplistore e nas lojas Matéria Prima, Louie Louie e Piranha por 12 euros. À porta, as entradas vão custar 15 euros.