DeanNorrisEF Under The Dome MOV

Portugal recebe Dean Norris e «Under The Dome» com o MOV

Não acho que sou o vilão…sou o tipo bonzinho“, disse Dean Norris – referindo à personagem da série – entre risos. De sorriso fácil e uma simpatia que conquistou os portugueses na semana passada, Norris esteve em terras lusas para a apresentação da nova estreia do MOV: Under The Dome. Conhecido mundialmente pelo seu desempenho em Breaking Bad, o ator mostrou ser despojado de vedetismos e rumou a Portugal para promover o sucesso da CBS no horário nobre do verão passado.

Na próxima quinta-feira, às 22h30, quem estiver equipado com o canal MOV poderá ver a nova aposta na ficção científica. Com 13 episódios, a temporada de estreia é “uma metáfora para a própria terra, a questão de vivermos com recursos limitados“, refere o ator norte-americano. Questionado pelo Espalha-Factos sobre como foi gravar uma série com tantos efeitos, Dean Norris respondeu que “vai ficando mais fácil“, admitindo uma certa dificuldade no início. O primeiro episódio permitiu-lhe ter uma noção mais real dos cenário, revela o ator, ajudando-o nas gravações seguintes.

Under The Dome

Ele decide que vai ter o controlo da cidade; há coisas que ele faz que não são boas, mas que ele pensa serem as melhores para os habitantes“, revela-nos o intérprete de Big Jim, vereador da cidade que dá cenário a Under The Dome. Lidar com uma crise, seja ela qual for, é uma tarefa que vai para além do ser humano, defende Norris – “tudo muda num instante“. Para Dean Norris há uma coisa de que todos temos medo, e daí o interesse da série, que é o apocalipse. E este é um medo universal. “A civilização é uma pequena ameaça” quando comparada com a força da natureza, acrescentou o ator.

Foi bom fazer uma coisa diferente depois de Breaking Bad“, revelou Norris aos jornalistas portugueses. O ator disse estar entusiasmado com as gravações da segunda temporada de Under The Dome que começam em fevereiro do próximo ano.

under the dome

A crítica, em geral, tem sido positiva. O Hollywood Reporter referiu-se à trama como “intrigante como o inferno“. Já o Washington Post diz que Under The Dome é uma “lufada de verão fresca e assustadora“. Stephen King assina o livro que deu lugar à adaptação para televisão de Brian K. Voughan (Lost). A produção ficou a cargo da Amblien Television, a produtora de Steven Spielberg, que esteve presente nas gravações.

A nova televisão derruba o cinema

Há mais investimento na televisão americana, e o cinema continua a ficar para trás. Os atores acompanham esta migração. Para esta transformação ajuda o novo modelo dos canais cabo americanos: séries de curta duração com emissão no verão porque, segundo Norris, “as pessoas vêem televisão no verão!“. Para o ator esta é a era de ouro da televisão. Os melhores guiões também continuam a chegar ao mundo da televisão, o que é confirmado por Dean Norris. Quando lhe perguntámos o que achou do guião de Under The Dome quando o leu, Norris afirmou prontamente que gostou e que até chegou a falar com Stephen King.

UNDER THE DOME

MOV no MEO?

Quanto à possibilidade do MOV se juntar à oferta de canais do MEO, Paulo Guedes, diretor de programação do canal, diz que está aberto a novas propostas mas que não existe nada programado. Atualmente, o canal é emitido pela ZON, a Cabovisão, a Optimus Clix e a Vodafone.

Mais Artigos
Manuel Luís Goucha nas tardes da TVI
Goucha. ‘Você na TV!’ tem fim marcado e já se sabe nome do novo programa