Há uma nova polémica em Hollywood sobre a crueldade contra animais. Os funcionários de uma quinta que abriga animais que foram utilizados no filme Hobbit: Uma Viagem Inesperada acusam a produtora da morte de quase 30 animais.

Segundo declarações oficiais do The Hollywood Reporter, a AHA (American Humane Association) tomou uma posição suspeita e negligente ao indicar que “nenhum animal ficou ferido durante as filmagens” em 2011. A verdade é que, segundo a revista, 27 animais, incluindo ovelhas e cabras, acabaram por morrer em condições de desidratação ou até mesmo exaustão.

É ainda importante salientar que um domesticador de animais, contratado para as filmagens, informou a AHA sobre as fatalidades em 2012, mas foi-lhe dito que devido a ausência de provas era difícil suportar os factos.

Recorde-se que o drama Luck da HBO foi cancelado após a morte de quatro cavalos em 2010, e, por isso, esta notícia promete assombrar Hollywood com mais um caso que podia ter sido evitado.