soccial

Soccial: a rede que quer ser todas as outras

A nova rede social mora em http://www.soccial.com/, é portuguesa e tem como missão tornar as pessoas mais felizes. Uma ambição muito grande e que coloca a fasquia demasiado alta (e, por vezes, falsa, mas já lá vamos).

As grandes redes sociais que vingaram tinham sempre algo exclusivo, o Twitter tinha o micro-blogging, o LinkedIn o CV digital, o Foursquare a partilha dos locais onde estávamos. O que  é que o Soccial tem de verdadeiramente novo e único? Nada, apenas junta todas estas características num só local. O que à partida parece ser uma grande ideia, evitando o movimento entre todas estas redes sociais, a verdade é que  na prática a ideia não funciona. O Soccial sofre daquela máxima que abunda na internet: TLDR – Too Long Didn’t ReadO Soccial é confuso, tem muita informação, algo que na internet não funciona pois os utilizadores querem tudo fácil e rápido.

No Twitter temos apenas um feed onde aparecem todas as novidades, no Soccial temos sete (!!!): Portal Geográfico, Portal de Fotos, Portal de Temas, Portal de Colaboração, Portal de Vídeos, Portal Profissional e ainda o Portal Imobiliário. Como se estes sete não fossem já demais, temos ainda um que deverá conter as principais histórias, a Atividade Recente.

efsoccial

Só no número de portais podemos ver que as expetativas do Soccial são demasiado altas. O Portal Geográfico é uma espécie de Foursquare ou TripAdvisor, no entanto, ainda pior. Pois não aborda só os locais públicos, tem informação de todas as ruas, sim, todas as ruas, reforçando o tal excesso de informação que falei.

No entanto, o Portal Geográfico não é o pior exemplo, esse “prémio” vai para o Portal Imobiliário. Este ainda não está disponível, mas só a sua existência já é motivo para falar, segundo o Soccial este portal tem como missão: “No portal Imobiliário vai ser possível conectares-te de forma mais eficaz com agências, agentes e particulares. Podes vender, comprar ou arrendar imóveis, seja para habitação, negócio, férias, entre muitas outras particularidades.” Serei eu o único a não perceber o sentido que faz um ImoVirtual numa rede social? Em todas as vezes que pensei em redes sociais, nunca pensei em arrendar casas…

O Soccial quer ser um site de sucesso tendo como base sites com sucesso. A imitação nunca foi uma grande ditadora de tendências.

A Favor:

  • Design limpo e bonito;
  • É 100% português;

Contra:

  • Quer ser muitas coisas;
  • Muita informação;

Voltando à missão do Soccial: tornar as pessoas mais felizes”, acho que foi falhada. O mais próximo que tive da felicidade foi mesmo quando me ri do Portal Imobiliário.

  1. falando com base apenas na descrição aqui apresentada (já que não experimentei a tal rede social) parece-me até uma ideia inovadora, e não “uma missão falhada”.

  2. Caros amigos, sou o Paulo Rodrigues, o fundador do Soccial e, desde já agradeço a atenção ao Soccial.

    Começo por dizer que entendo perfeitamente a crítica e nos moldes actuais concordo plenamente com ela. Porém, penso que seria indispensável referir no artigo que estão a fazer uma análise de uma versão Beta 0.6 que ainda nem sequer abriu ao público, onde maior parte das funcionalidades não está sequer disponível.

    O conceito do Soccial não é fazer as pessoas mais felizes, isso é a missão. O conceito é aliar a uma rede social um conjunto de portais úteis que se adaptam automaticamente ao estilo de vida e personalidade dos utilizadores. Esse é o nosso principal factor disruptivo.

    Todos os nossos portais estão interligados e têm razão de ser. Todos eles têm em vista facilitar o dia a dia das pessoas tendo sempre em conta três factores ligados directa ou indirectamente à felicidade – o tempo, o lazer e a realização. É esta a razão da nossa missão, que esperemos conseguir cumprir através do nosso forte sistema de colaboração.

    Mais uma vez agradeço a atenção e fico à espera que, num futuro próximo e se acharem conveniente, façam uma nova crítica já com mais dados para analisar.

    Paulo Rodrigues

    1. Olá Paulo,

      Sim eu sei que o Soccial se encontra na versão BETA, mas grande parte das críticas que falo não estão directamente focadas com o software, mas sim com o conceito/funcionalidade.

      Eu não escrevi esta crítica numa de “deitar abaixo” e que por ser português não presta. Não. Eu quero mesmo que algo português tenha sucesso.

      Peço desculpa por ter confundido conceito com missão, mas eles estão bastante interligados.

      Eu acredito que todos os Portais têm uma razão de ser, no entanto duvido da sua pertinência numa altura destas. Tal como referi no artigo a concorrência é muita e como tal convém ter algo diferenciador e não algo que junte tudo o que os outros têm.

      Ficaremos atento ao Soccial e caso se justifique, voltaremos a falar da rede.

      1. O Soccial não junta tudo o que os outros têm. Tens de tentar ver o Soccial como uma rede social que arruma e agrupa informação para a entregar de forma mais rápida e personalizada, tendo em conta o gostos, localização geográfica, momento da vida e personalidade de cada utilizador. Para se poder oferecer informação útil para o dia a dia do utilizador é preciso gerá-la de alguma forma.

        1. Juntar ou agrupar são praticamente sinónimos, mas para obter informação útil ao utilizador cruzando-a com dados, não era mais fácil ter uma app (tipo Flipboard) que agregasse as API de todas as outras redes?

          Neste caso já existia uma BD enorme e depois o Soccial limitava-se a mostrar o que o utilizador pretendia..

          1. Joaquim, isso é o que faz o Soccial! Sem querer entrar em qualquer tipo de confronto verbal, talvez um pouco mais de atenção ao que está a ser feito antes de escrever a crítica te fizesse facilmente chegar a essa conclusão. Nós agregamos notícias e artigos de blogs para gerar tráfego para os mesmos. Porém, a diferença é que queremos gerar tráfego para o melhor conteúdo e o melhor conteúdo varia de pessoa para pessoa, de gostos para gostos. Esse conteúdo que indexamos usamos para os conectar a pessoas e coisas, por exemplo, vais poder ver todas as notícias que saírem sobre ti, sobre o Cristiano Ronaldo, sobre a tua rua ou sobre aquele bar que adoras, seja qual for a fonte!

            Depois, a qualidade e relevância de informação que queremos facultar no campo de outros portais não é satisfeita pelos outros serviços que mencionas, logo, não seria possível usar as referidas APIs. A única que usamos, pela qualidade da mesma, é a do Google maps.

            Entende esta parte, o Soccial não quer apenas dar informação, o Soccial quer personalizar informação, levar a informação certa, na hora certa e à pessoa certa, para isso, temos de ter a informação devidamente “catalogada”. Queremos poupar tempo às pessoas e orientá-las para o melhor conteúdo de acordo com os seus próprios gostos. Isto tudo, sempre de forma muito rápida e sem ruído visual, daí a clareza do nosso layout.

            Quanto ao portal imobiliário que criticaste, sem ter nenhuma informação sobre o que vai ser feito, falaremos mais tarde ☺

  3. Por acaso discordo da tua observação em relação ao portal imobiliário. Se calhar nunca precisaste de procurar casa e com frequência, mas hoje em dia, é de facto uma plataforma (redes sociais) muito usada para procurar casa.
    Quem sai de casa dos pais para ir trabalhar pra outra cidade/país/etc, é muito normal não assentar por muito tempo pelas mais diversas razões (vai desde as monetárias às localizações, por exemplo).
    Quando vivi em BCN não tive esse problema, mas agora em Lisboa, acredita que é uma dor de cabeça procurar casa com todas as características, ou quase todas, que pretendes e relacionar tudo. Por cá, quem vive sozinho, num ano pode mudar de casa duas vezes. E isto é comum.

    1. Olá Inês,

      Acredito que isso possa ter alguma utilidade, mas faz sentido ter uma funcionalidade dessas no meio de uma montanha de outras funcionalidades?

      Eu acho que não, acho que torna o Soccial bastante confuso, quer ser tudo e ter tudo, tornando-se confuso.

      Depois um outro problema, as pessoas estão já envolvidas em tantas redes sociais, será que elas se querem registar noutra?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Mark Twain
Mark Twain. Nasceu no dia do cometa Halley, mas foi ele quem deixou um rasto de brilho