Estamos prestes a entrar em dezembro e o frio já se faz sentir em força. Em vez de andares perdido pelas ruas a congelar, fica por casa, procura boa companhia e aproveita para pores em dia as séries que tens perdido. Claro que não podes fazer isso sem antes te atualizares aqui no Zapping Internacional, onde reunimos as notícias mais importantes do mundo das séries, para que não percas muito tempo a procurar. Esta semana continuamos a saber o que o futuro aguarda para os protagonistas de Breaking Bad, quais a novas caras que entrarão em The Walking Dead, quem pode sair de American Horror Story, entre outras novidades.

VAI SER TÃO BOM, NÃO FOI?

Com um título destes, digo rápido que a notícia se refere ao Flash, o super-herói mais veloz da BD! Além de se preparar para aparecer no 8º e 9º episódio da atual temporada de Arrow, série da CW dedicada a outro personagem da DC Comics, parece que Flash irá também ganhar um programa próprio. Pelos vistos, o interesse neste projeto surgiu quando os executivos do canal assistiram aos cortes iniciais dos episódios nº 8 e 9 e concluíram que a história da personagem daria uma boa série a solo. A ideia seria então aproveitar esses episódios como piloto para o novo projeto do Flash e então, se o feedback se revelar positivo, começar a produção de mais episódios centrados no herói que corre mais rápido que a luz. Da equipa fariam parte Greg Berlanti, Andrew Kreisberg e Geoff Johns, responsáveis pelo roteiro e David Nutter, que dirigiu o piloto de ArrowGrant Gustin será Flash em Arrow e espera-se que mantenha esse papel para a série individual. Prepara-te Marvel, a DC não parece querer desistir do pequeno ecrã assim tão facilmente!

20956_big

ALMOST IN DANGER!

O hype criado à volta de Almost Human, nova série Sci-Fi assinada por J.J. Abrams e pela mesma equipa criativa de Fringe, praticamente serviu para garantir uma boa estreia na televisão norte-americana. Como esperado, isso aconteceu e Almost Human atraiu mais de 9 milhões de espetadores com o seu primeiro episódio. O problema surgiu com a chegada do segundo episódio! É certo que uma descida nas audiências já era esperada (como aconteceu com Agentes of SHIELD, a série com melhor estreia desta temporada), mas descer de 9 milhões para pouco mais de 6 milhões pode muito bem significar que o risco de cancelamento está perto. Uma coisa é certa, os executivos da FOX não devem estar com um grande sorriso na cara, portanto é tempo de recorrer a mais promoção. Isto se eles quiserem que Almost Human deixe algum tipo de marca na televisão antes de cair no esquecimento.

tumblr_mqdwtrEjPn1qcga5ro1_500

ELE ESTÁ (MAIS OU MENOS) DE VOLTA

Dexter pode ter sido uma das séries mais elogiadas dos últimos anos mas teve um final que recebeu críticas mistas por parte de críticos e fãs. Pessoalmente, acho que é esse o risco em se fazer algo criativamente superior ao que o público está habituado a ver. Porém, aquele final pode não ter sido realmente o fim da história de Dexter e companhia. A Marvel está a planear uma saga de banda desenhada chamada Dexter: Down Under, que se irá centrar nos acontecimentos que decorreram após o último episódio que vimos na TV. “É uma nova aventura, encharcada de sangue, protagonizada por Dexter Morgan, que não é apenas um especialista em amostras de sangue de Miami … ele é também um serial killer que tem como alvo outros assassinos em série”, comentou Jeff Lindsay, criador da série. A primeira edição desta BD está planeada para chegar às prateleiras em fevereiro de 2014.

tumblr_lxkby6MPP61ql1zp4o1_500

DO YOU BELIEVE IN LIFE AFTER BREAKING BAD?

Anna Gunn é apenas uma das atrizes que fez parte da brilhante equipa que tornou Breaking Bad no destaque televisivo da década e parece que, graças a esse destaque que teve, Gunn já está dentro de outro projeto promissor. A FOX está a preparar uma adaptação de Broadchurck, série de sucesso da BBC, chamada Gracepoint e a atriz é uma das convidadas para integrar o elenco principal. Anna interpretará a detetive Ellie Miller, uma mulher casada e mãe que está ansiosa para uma promoção no trabalho. A história começa a desenrolar-se quando essa promoção é dada ao recém chegado detetive Emmett (David Tennant ficou com este papel) e Miller passará a ser a sua parceira. O que se sabe sobre esta série é:  a) a 1ª temporada já tem 8 episódios encomendados; b) as filmagens dos mesmos começam em janeiro de 2014; c) com estes protagonistas, Gracepoint tem muito potencial para se revelar um sucesso. FOX, por favor, não estragues isto!

Gunn-Tennant-aap

A VER SE É DESTA QUE A HISTÓRIA DESENVOLVE!

The Walking Dead, aka a série que menos desenvolve de sempre, acabou de recrutar um novo elemento para adicionar ao elenco já existente. O ator Andrew J. West veio diretamente da série Greek para se juntar à série de zombies e interpretar um personagem ainda desconhecido mas que, segundo o site The Hollywood Reporter, será bastante importante para o desenrolar da ação. Andrew começará a sua participação na segunda parte da quarta temporada como personagem convidado, podendo mais tarde entrar para o elenco principal. Outros dos nomes recrutados para The Walking Dead são Michael CudlitzJosh McDermitt e Christian Serratos. É bom ver caras novas a chegar, pois servem de indicador de que a história pode estar a chegar ao ponto em que dará a tão necessária volta e, assim, fazer a série regressar à glória das primeiras temporadas.

andrewjwest_twd_04_

ESTE TÍTULO DEVIA SER “NÃOOOOOOOOOO” OUTRA VEZ

As notícias de destaque dos últimos Zapping Internacional não têm sido as que mais me alegram, já que apenas as ponho em destaque devido ao seu extremo fator negativo! Esta fala da saída de Jessica Lange da série American Horror Story! Mas há sequer AHS sem Jessica? Não é melhor cancelar já a série? Posso estar a ser dramático, mas esta é a mulher que nos trouxe Constance Langdon, Sister Jude e, mais recentemente, Fiona Goode, a supreme de Coven! Lange admite que fará mais uma temporada, mas que depois é hora de abandonar a série de terror. “Acabou por ser complicado ficar comprometida [com AHS] durante a maior parte do ano. Eu já faço isto há muito tempo. É como fazer parte de uma peça de teatro, que precisa do tempo de ensaio e depois do tempo em cartaz. Fazer parte de American Horror Story é um compromisso de, pelo menos, seis meses por ano. Vou fazer isso por quatro anos seguidos (…) Quando acabar, terei um ano inteiro de folga sem nada para fazer. Talvez não seja a melhor decisão, mas acho que quatro anos a fazer a mesma coisa é tempo suficiente.” Embora entenda os motivos de Jessica para se afastar, é impossível não sentir uma certa tristeza com  esta notícia. Fica assim a oportunidade para, mais uma vez, realçar a quantidade absurda de talento que esta atriz tem. Palmas para Jessica Lange, a supreme da televisão americana.

tumblr_ms2m6g8SbV1sexeito1_500