images

Padre António Vieira foi homenageado em Coimbra passados 350 anos

Ontem, o Sermão de Santa Catarina, do padre António Vieira, proferido em Coimbra, fez 350 anos e os coimbrenses decidiram  prestar-lhe homenagem. Este foi o único sermão que o padre António Vieira pregou em Coimbra.

A homenagem começou às 17h30, no auditório da reitoria da Universidade de Coimbra (UC), onde foi apresentada a obra completa do homenageado, reunida em 30 volumes lançados pela editora Círculo de Leitores. João Gabriel Silva, reitor da Universidade de Coimbra, José Pacheco Pereira, historiador, António Almeida Santos, antigo Presidente da Assembleia da República e Virgílio Antunes, bispo de Coimbra, marcaram presença na apresentação.

Às 19h00, na capela de São Miguel, no pátio das Escolas da UC, o ator brasileiro Lima Duarte recriou o ambiente vivido em 25 de novembro de 1663, quando o padre António Vieira pregou o Sermão de Santa Catarina, mas desta vez foram representados mais excertos dos diversos sermões do mesmo.

Por volta das 21h30, no Teatro Académico Gil Vicente, a exibição do filme Palavra e Utopia, de Manoel de Oliveira encerrou este dia, que segundo a vice-reitora da UC teve como objetivo mostrar que “o padre António Vieira continua a ser um nome maior da língua e da cultura portuguesa”.

Mais Artigos
Sociedade precisa ser mais feminista para eliminar violência contra as mulheres