Latka Gravas está imortalizado no pequeno ecrã graças à serie Taxi. Agora surge o rumor que o ator que lhe deu vida, Andy Kaufman, poderá ‘ressuscitar’ a qualquer momento. As histórias em volta da suposta falsificação da morte do comediante que pereceu em 1984, vítima de insuficiência renal, já há muito que existiam e ganharam agora um novo protagonismo nos últimos dias quando fontes alegadamente próximas de Kaufman confirmaram que este tinha planeado o seu falecimento.

Foi na semana passada, na 9ª edição dos Prémios Andy Kaufman, cujo o fim é distinguir os jovens comediantes, que o rumor voltou a efervescer quando Michael Kaufman revelou que tinha descoberto um plano do seu irmão para forjar a sua própria morte. Referiu ainda que Andy Kaufman combinou um encontro apontado para a Véspera de Natal de 1999 no seu restaurante favorito. No dia em questão, Michael não compareceu, mas afirma ter recebido uma carta do irmão a dizer que estava vivo e que residia escondido com a sua namorada e filha, de modo a ter um estilo de vida mais privado.

Mais tarde, na mesma cerimónia, a alegada filha do comediante sobe ao palco para mencionar o progenitor como “um ótimo pai que fica em casa, cozinha e toma conta do lar“. A jovem de 24 anos e de identidade desconhecida refere ainda que o pai quis afastar-se do mundo do espetáculo, mas que qualquer dia planeará um ‘regresso’: “Acho que há algo nele que precisa disto“.

Esta notícia causou espanto e controvérsia generalizados nas redes sociais até que pouco tempo depois voltou a esfriar quando se revelou que afinal a ‘filha’ de Kaufman não passava de uma atriz nova-iorquina. A própria ex-companheira do comediante americano fez questão de esclarecer a situação ao site TMZ, dizendo que viu o  namorado morrer no hospital e que este apenas tinha uma filha, que atualmente tem uma idade superior a 40 anos.