Whale, Pictastik, Dashboard, Boonzi – do qual já falámos aquiStuffle e YDreamsRobotics, são algumas das 25 startups escolhidas como finalistas do Lisbon Challenge.

O Lisbon Challenge é um evento destinado a startups que se encontram em fase de crescimento e que, como tal, procuram investimentos e mentores que as ajudem a dar os próximos passos rumo à internacionalização e/ou ao desenvolvimento dos seus produtos e serviços.

Ao longo este desafio de quatro meses- que arrancou no dia 28 de agosto-, 75 equipas tiveram a possibilidade de se reunirem com 200 mentores internacionais como Brant Cooper, co-autor do bestseller internacional The Lean Entrepreneur, ou Roxanne Varza, da Microsoft Europa. Portugal foi o país com o maior número de startups escolhidas, seguido pelo Brasil, Reino Unido e Roménia.

Na quinta-feira, dia 7 de Novembro, os representantes das 25 startups finalistas realizaram breves apresentações das suas ideias inovadoras no Explorers Festival, em Lisboa, com o objectivo de angariarem financiamento, concorrendo, também, a prémios cujo valor ascende os 150 mil euros.

No final, serão seleccionadas apenas 10 startups que, na próxima fase, viajarão para Londres, São Paulo e Nova Iorque para apresentar os respectivos projectos a outros investidores internacionais.

As 25 empresas que apresentaram os seus projectos no Explorers Festival foram:

  • Babelverse
  • Boonzi
  • Cell2B
  • Eventyard
  • Glean
  • Gudgo
  • InPeople
  • Limetree,
  • Lutebox,
  • Monitor Backlinks
  • MyChild
  • MyGon
  • Omnipaste
  • Orankl
  • Parcelmix
  • Pictastik
  • Splinter.me
  • Dashboard
  • Stuffle
  • Tuizzi
  • Vertequip
  • Vitalidi
  • WannaPlayer
  • Whale
  • YDreamsRobotics