condenast

New Yorker, Vogue e GQ não recebem mais estagiários

O grupo editorial Condé Nast, detentor de títulos como a New Yorker, a Vogue e a GQ, suspendeu a admissão de estagiários nas suas várias publicações depois de um processo em tribunal movido por dois antigos estagiários.

A empresa foi processada por dois estagiários que trabalharam na New Yorker e na W e que afirmam ter recebido menos de um dólar por hora numa jornada de 14 horas de trabalho. O grupo confirmou, na semana passada, que irá terminar em 2014 o seu programa de estágios, permitindo apenas aos estagiários já integrados nas várias publicações possam finalizar os seus.

Segundo a lei americana, as empresas podem contratar estagiários não remunerados desde que estes recebam formação e treino e não substituam os empregados remunerados. Contudo, o debate sobre o assunto tem aumentado nos Estados Unidos, principalmente devido a vários processos judiciais como o inicialmente referido. Recentemente quer a Fox Searchlight Pictures quer a Hearst foram condenadas por infração das leis salariais.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Cristina Ferreira anuncia o Futuro da TVI
O Futuro está aí. As novidades da TVI para 2021