Agustina Bessa-Luís

Textos literários inéditos de Agustina Bessa-Luís vão ser publicados

Caderno de Significados é o nome do livro de Agustina Bessa Luís que será publicado na próxima semana, constituído por contos, pequenos textos, reflexões e pensamentos. Todos estes são conteúdos literários inéditos.

Depois da coleção de inéditos ter sido começada em fevereiro passado, com a publicação de Kafkiana (quatro ensaios sobre Kafka) e de Civicidade, este será o terceiro livro de inéditos da escritora desde que sofreu um acidente vascular cerebral que a obrigou a retirar-se da vida profissional.

Caderno de Significados incluirá “contos inesperados, perfeitamente fora da estrutura da escrita habitual de Bessa Luís, afirmou a filha da escritora, Mónica Baldaque à agência Lusa, também ela coordenadora da edição, sendo que um dos títulos é mesmo redigido “em forma de cantilena”.

Este novo título vai ser publicado pelo nome habitual que sempre editou as obras de Bessa Luís, a Guimarães Editores, e tem o marido e a neta da escritora, Alberto Luís e Lourença Baldaque, no trabalho de seleção, organização e fixação do texto.

Depois deste, haverá ainda outros inéditos a editar, sobretudo romances “incompletos, por decisão da autora”, que serão publicados pela Fundação Calouste Gulbenkian, disse Mónica Baldaque à agência Lusa, acrescentando que a mãe “sempre defendeu o inacabado”.

A filha afirmou ainda que se está atualmente a organizar o arquivo de 90 anos de Agustina Bessa-Luís, onde se prevê a publicação da correspondência que trocou com o poeta José Régio, numa edição onde estão arquivadas as cartas recebidas pelo poeta de Toada de Portalegre.

Sobre Bessa-Luís, Mónica Baldaque afirmou: “De saúde está muito bem, lúcida e mexe-se, e recuperou bastante dos AVC, que deixaram sequelas, mas a parte criativa já está para trás, já fez tudo o que tinha a fazer”. Foi a própria mãe que lhe disse que “já está tudo escrito”.

Desde a sua primeira publicação em 1948 do livro Mundo Fechado, Agustina Bessa Luís publicou ficção, teatro, cronicas, biografias, memórias e livros para crianças. Uma obra extensa que lhe valeram vários galardões, entre os quais, o de Romance e Novela, da Associação Portuguesa de Escritores, em 1983, pela obra Os meninos de ouro, e o Delfim Guimarães, em 1953, pelo romance A Sibilia. Foi ainda distinguida com os Prémios Camões e Vergílio Ferreira, ambos em 2004, e o Prémio de Literatura do Festival Grinzane Cinema, em 2005.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
moda em tempos de pandemia
No meio da pandemia, como é que a indústria da moda se adaptou?