O dia não teve grandes condições meteorológicas para que alguém quisesse deslocar-se até ao recinto da Receção ao Caloiro, mas sim para ficar em casa no quentinho e acolhedor espaço familiar. Mas à tarde a festa começou a compor-se, permitindo a todos disfrutar dos concertos de Robin Oak, Linda Martini e Nuno Fernandez.

Todos ansiavam por Linda Martini, cabeças de cartaz do dia, mas para abrir a noite tivemos Robin Oak, uma banda com uma base pequena de fãs na zona, algo que, apesar de tudo, não impediu que o grupo transmitisse toda a vivacidade e energia das suas músicas.

Para além do reportório de originais, a banda arriscou ainda uma versão de Canção do Engate, de António Variações, com grande aceitação por parte do público. Depois disso e de mais alguns originais, que arrancaram alguns headbangs da plateia (mesmo por parte de quem não conhecia as músicas), os Robin Oak saíram de palco, debaixo de uma chuva de palmas.

Começou, então, toda a gente a preparar-se para receber os cabeças de cartaz, Linda Martini, que estavam a chegar. Estavam eles e estava também o público, pois a cada minuto que passava mais a tenda se enchia, com as pessoas a aproximarem-se da frente do palco para terem uma melhor vista.

Depois de mais umas cervejas vimos, finalmente, as lonas pretas a subir e o quarteto a aparecer. Amor Combate abriu o concerto e pôs o público, já aquecido pelo grupo anterior, completamente ao rubro. Seguiram-se vários outros êxitos dos Linda Martini, de entre as quais se destacaram Ratos, Mulher-a-dias e, no final, Dá-me a tua melhor faca.

Não tivemos oportunidade de assistir à atuação de Nuno Fernandez mas, a julgar pelas imagens que a organização da Receção ao Caloiro disponibilizou na sua página de Facebook, a festa continuou pela noite dentro, com todos os universitários (e não só) que “invadiram” o recinto a dar um espírito muito positivo à noite de ontem.

Esta noite a festa faz-se com a ajuda de Jorge PalmaFirst Breath After Coma e DJ Kura.

Texto: Pedro Cardoso