Sabe-se, à partida, que juntar Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger no mesmo filme será entretenimento garantido. Plano de Fuga é a prova disso (depois de Os Mercenários terem servido de “aquecimento”). O realizador Mikael Håfström traz-nos muita acção numa prisão secreta de alta segurança.

Ray Breslin (Sylvester Stallone) é um especialista mundial em estruturas de segurança que decide aceitar um desafio: conseguir fugir de uma instalação ultra-secreta e de alta tecnologia chamada O Túmulo. Só que, uma vez lá prisioneiro, Breslin descobre que foi enganado e é considerado um verdadeiro preso de alta-segurança. Para conseguir fugir, ele vê-se obrigado a juntar-se a Emil Rottmayer (Arnold Schwarzenegger), também ele aprisionado nas mesmas condições, para elaborarem um plano que os ajude a escapar da prisão mais protegida e fortificada alguma vez construída.

Pela primeira vez juntos nos papéis principais, Stallone e Schwarzenegger reúnem-se para fazer as delícias dos fãs de acção. A história não é original, mas cativa as atenções e entusiasma o público que se irá ver a delinear o seu próprio plano de fuga daquele espaço relativamente claustrofóbico. O Túmulo é uma estrutura avançada, com celas de paredes transparentes, onde ninguém vê a cara dos guardas. Ao mesmo tempo, aquele local alberga prisioneiros de muitas nacionalidades, culturas e religiões: o espaço de convívio chama-se – não por acaso – Babilónia. Ligadas a este aspecto estão subjacentes algumas questões politicas, colocadas de forma subtil mas muito inteligente.

ESCAPE PLAN

Os protagonistas proporcionam-nos momentos divertidos à medida que se vão conhecendo, mas a acção e o imprevisível mantêm-se sempre presentes. Apesar dos momentos impossíveis não faltarem – como poderia deixar de ser? -, onde sabemos que o que os nossos olhos vêem nunca poderia acontecer, a magia do cinema está também nestes pequenos guilty pleasures – e é isso mesmo que Plano de Fuga é.

No elenco estão ainda nomes como Jim CaviezelVinnie JonesVincent D’Onofrio e mesmo o rapper 50 Cent, na pele de um inesperado geek especialista em informática. Nas interpretações o destaque vai, sem dúvida, para Caviezel, num registo bastante diferente do habitual. Ele é Hobbes, o director do Túmulo, arrogante, sem escrúpulos, mas extremamente chique. Os protagonistas têm desempenhos ao nível do que nos têm habituado, e ainda temos a possibilidade de ouvir Schwarzenegger falar alemão.

escapeplan2

Dois grandes nomes da acção conduzem este Plano de Fuga, onde os tiros, explosões e efeitos especiais não faltam.  Os dois juntam-se à plateia para responder à questão: Será que nenhuma prisão é à prova de fuga?

6/10

Ficha Técnica:

Título Original: Escape Plan

Realizador: Mikael Håfström

Argumento: Miles Chapman e Jason Keller

Elenco: Sylvester StalloneArnold SchwarzeneggerJim CaviezelVinnie JonesVincent D’Onofrio50 CentFaran Tahir, Amy RyanSam Neill

Género: Acção, Mistério, Thriller

Duração: 115 minutos

Crítica escrita por: Inês Moreira Santos

*Por opção da autora, este artigo foi escrito segundo as normas do Acordo Ortográfico de 1945