ModaLisboa - Lidija Kolovrat

ModaLisboa Ever.Now: as propostas de Andrez e o regresso de Lidija Kolovrat

No seguimento das apresentações das colecções do Sangue Novo, estiveram presentes no primeiro dia da ModaLisboa os designers Ricardo Andrez Lidija Kolovrat. Apesar da sua ausência na última edição do evento, Lidija Kolovrat provou, com esta colecção primavera-verão 2014, que a sua presença se faz notar, tendo apresentado uma das suas melhores colecções ao nível de vestuário. A Marta F. Cardoso desvenda-te os pormenores sobre as coleções dos dois designers.

Começando pelo início, falemos de Ricardo Andrez, o já conhecido designer pelas suas colecções masculinas com um twist desportivo e influências de urbanwear“Infinity” não foi excepção, tendo esta colecção seguido a estética das colecções anteriores. Marcada por geometrias e peças confortáveis, a colecção de Ricardo Andrez trouxe-nos propostas, essencialmente, dentro de tons escuros, de onde destacamos o azulão. Outro grande destaque foram os acessórios, nomeadamente o uso de mochilas e de name tags, como forma de marcar uma identidade, factor característico deste designer. Puderam ser vistos alguns bordados e pequenas assimetrias, mais ao nível gráfico.

 

Lidija Kolovrat, com “Thank You”, relembrou-nos os motivos pelos quais é uma das melhores designers a nível de styling de cabelos e maquilhagem. Já os sapatos escolhidos deixaram bastante a desejar, ainda que se tenha notado o esforço por os esconder. Apesar disso, não roubaram a riqueza das peças nem contribuíram para um completo descalabro.
A mistura de padrões, algo característico de Lidija, com motivos históricos e cartas de navegação, conferiu às peças um aspecto muito rico graficamente, resultando “Thank You” numa colecção visualmente interessante e impactante. Os volumes fizeram-nos lembrar das velas dos barcos e os nós nas peças remeteram-nos para os nós de marinheiros. Tivemos pena de não ter visto mais acessórios, área onde a designer costuma ser tão criativa.

 

Fotografias por Catarina Alves
Mais Artigos
Succession
‘Succession’, a família em primeiro lugar