Passada a época dos festivais de verão chega o período dos concertos nas salas mais aconchegantes, que contribuirão para nos aquecer o coração nas noites de outono que começarão, inevitavelmente, a tornar-se mais frias. O Espalha Factos guia-vos, de norte a sul do país, pelos eventos musicais mais apetecíveis da nova estação.

1) Moon Duo + Jibóia, Galeria Zé dos Bois, Lisboa, 24 de setembro

Já estamos a ressacar de concertos em salas fechadas por isso os primeiros acordes serão da guitarra de Jibóia, aka Óscar Silva que abrirá as hostilidades para a dupla composta por Ripley Johnson (vocalista e guitarrista dos Wooden Shijps) e Sanae Yamada regressa a Lisboa (onde tocou no ano passado no Music Box), para apresentar o space rock do mais recente disco Circles.

No dia seguinte tocam no Porto, no Armazém do Chá, abrindo as honras de apresentação do Amplifest que, podendo, também não devem perder.

MoonDuo

2) Vagabundo – Canções pela Estrada Fora – Teatro Aveirense, Aveiro; Teatro Virgínia Torres, Torres Novas; Teatro Cine, Torres Vedras; 10 e 12 de outubro

Com um caráter itinerante o festival levará a cidades mais pequenas do país sonoridades folk/rock,  que em três noites distintas se juntarão aos pares: um nome internacional e um nome português. As parelhas são as seguintes: Howe Gelb (Giant Sand)  e a transmontana Emmy Curl; Mark Kozelek (Sun Kill Moon) e JP Simões; e a norte-americana Josephine Foster com o português-iraniano Mazgani. Todos os concertos saberão melhor após uma boa garrafa de vinho tinto.

3) Jameson Urban Routes – Music Box, Lisboa; 16 a 26 de outubro

A iniciativa da Jameson Portugal junta no Cais de Sodré projetos musicais portugueses e internacionais que vão do rock dos If Lucy Fell e dos No Age, ao experimentalismo de James Ferraro, passando pela world music de Batida ou a eletrónica de The Field. Ainda por cima as entradas dão direito a um whisky.

A programação completa pode ser consultada aqui.

4) Foals – Coliseu dos Recreios, Lisboa; 29 de Outubro

O quinteto de Oxford está crescido e maduro. Ao terceiro disco de originais, Holy Fire, editado este ano, mostraram que são definitivamente uma das melhores bandas do início do século XXI e ao vivo as músicas, graças às guitarras chorosas, ganham ainda mais impacto. Um dos concertos mais aconchegantes que vamos ver este outono. Não duvidem.

5) Misty Fest – vários locais; 1 a 18 de novembro

Sob o lema “O mesmo espírito, novas paisagens” a edição deste ano do festival que começou em Sintra passa por Lisboa, Porto, Coimbra, Vila do Conde e Espinho e por nomes tão variados como Danças Ocultas, Scott Matthew, Dealema, Spain, Samuel Úria, Manuel Fúria ou Lloyd Cole. O intimismo outonal está assegurado.

O programa detalhado pode ser lido no site oficial.

6) Suede – Coliseus, Lisboa e Porto; 7 e 8 de novembro

É o regresso dos britânicos ao nosso país para apresentar o primeiro disco de originais em onze anos,  Bloodsports, que tem colhido boas críticas um pouco por todo o lado. As obsessões e a nostalgia de Brett Anderson e companhia serão ingredientes indispensáveis para este outono.

7) Semibreve – Theatro Circo, Braga; 15 a 17 de novembro 

Centrado no universo da música eletrónica e do experimentalismo, o Semibreve traz a Braga artistas da Tri Angle como Forest Swords e ainda o sueco Helm, a dupla Sculpture ou Rafael Toral com o seu Space Collective 3. Os amantes da música exploratória e das artes visuais não o devem perder.

Vê todas as informações no site oficial.

8) The National – Meo Arena, Lisboa; 21 de novembro

O espaço é grande mas a voz quente de Matt Berninger tornará a sala Meo Arena pequena para tantas emoções. A banda norte-americana traz na bagagem Trouble Will Find em maio último. É o regresso de uma das bandas do universo indie mais acarinhada pelos portugueses.

the-national-lança-novo-clipe

9) Vodafone Mexefest – Avenida da Liberdade, Lisboa; 29 e 30 de novembro

Savages, DaughterWoodkidJohn Grant, Tropics, autocarros a subir e a descer a avenida, concertos em salas históricas belíssimas e em espaços abertos improvisados. E… oferta de castanhas pela marca promotora. Como não ir?

Podem começar a traçar o itinerário consultando o site do evento.

10) Anna Calvi – Casa da Música e Aula Magna, Porto e Lisboa; 16 e 17 de dezembro

Dona de uma voz portentosa, Anna Calvi vem ao nosso país apresentar One Breath que gravou em França e misturou no Texas. O novo disco será editado a 8 de outubro e o avanço, Eliza, mostra uma floresta atapetada por folhas caídas. Nada mais adequado para o outono que agora começou.