O famoso cineasta asiático, Hayao Miyazaki, após contar com uma carreira preenchida com vários filmes que se tornaram em clássicos de animação, poderá estar para se retirar em breve. A notícia que apanhou jornalistas e fãs de surpresa foi dada neste domingo no 70º Festival de Veneza, evento no qual o seu último filme Kaze Tachinu (tíltulo em inglês: The Wind Rises) foi apresentado ao público.

O anúncio foi dado pelo seu sócio Koji Hoshino. “Miyazaki decidiu que Kaze Tachinu (The Wind Rises) será o seu último filme, e vai retirar-se”, disse Koji, conforme citado pela revista Variety. Detalhes adicionais relativamente à decisão serão dados pelo próprio realizador, em Tóquio, no Japão, na semana que se segue.

images (2)

Hayao Miyazaki começou a sua carreira no mundo da animação com apenas 20 anos de idade. Agora com 72 anos de vida, já conta com um percurso de carreira marcado por clássicos tais como A Princesa Mononoke (1997), A Viagem de Chihiro (2001), O Castelo Andante (2004) ou Ponyo À Beira-mar (2008). A Viagem de Chihiro valeu-lhe um Oscar na categoria de Melhor Filme de Animação, e por toda a sua carreira recebeu um Leão de Ouro em 2005.

Hayao_Miyazaki_movies_by_kulovers09

O Studio Ghibli que fundou, juntamente com Isao Takahata, Toshio Suzuki e Yasuyoshi Tokuma, é um dos estúdios de animação mais famosos em todo o mundo, sendo quase uma Disney para o Japão. Os trabalhos aí produzidos conseguiram arrecadar vários prémios juntamente com muita notoriedade.

Foram várias as obras de Miyazaki que marcaram presença no festival de cinema de animação português Monstra e nas salas de cinema nacionais.

 

Kaze Tachinu conta a história verídica de Jiro Horikoshi, que desenharia o temido avião de combate japonês Zero, que seria utilizado no decorrer da Segunda Guerra Mundial. O filme chama a atenção relativamente aos perigos do nacionalismo japonês, e a controvérsia já se fez sentir nas críticas: alguns consideraram que o filme foi usado como forma indireta de alertar o primeiro-ministro japonês relativamente a uma possível revisão à Constituição pacifista do país. O filme foi um êxito de bilheteiras no Japão e ainda não está prevista data de estreia em Portugal.

TheWindRisesPoster-thumb-630xauto-35588

“Ele quer despedir-se de vocês”, declarou ainda o seu sócio, em Veneza, revelando mais detalhes sobre o anúncio que o realizador irá fazer aos seus fãs em breve.