ng2733508

Louvre apela a doações para restaurar ‘Vitória de Samotrácia’

O Museu do Louvre, em Paris, apela a doações para poder restaurar a estátua ‘Vitória de Samotrácia’. O nome da campanha é “Todos Mecenas” e começa terça-feira.

O Museu espera angariar cerca de um milhão de euros até ao final do ano e já a partir de terça-feira a estátua vai deixar de estar em exposição para que o restauro comece. O objetivo é limpar a estátua de mármore branco e cinzento. No total o restauro vai custar mais de quatro milhões de euros, três dos quais já foram angariados através de diversos patrocínios. As doações podem ser feitas online aqui.

Esta obra-prima grega representa a deusa da vitória, Niké, como uma figura que está na proa de um navio. Apesar de a estátua não ter cabeça, pois nunca foi encontrada, esta é uma das atrações turísticas do museu parisiense. A escultura foi descoberta na ilha de Samotrácia, em 1863.

O Museu do Louvre vai restaurar, também, a escadaria ‘Daru’ apesar de não querer fechar o acesso a essa zona, visto que, por ano, passam por ela cerca de sete milhões de pessoas.

No verão do próximo ano a estátua já deverá estar pronta para voltar a estar em exposição, e a escadaria deverá estar terminada no primeiro trimestre de 2015.

Grécia sugere que estátua seja devolvida ao seu país de origem

Apesar de o valor do restauro estar quase a ser atingido na totalidade, a Grécia pede que a ‘Vitória de Samotrácia’ retorne ao seu país de origem.  Kyriakos Gerontopoulos, ministro adjunto dos Negócios Estrangeiros da Grécia, salienta que a estátua deverá voltar àquele país e nunca mais estar exposta em França.

“Se os franceses têm um problema, nós estamos disponíveis para receber a estátua e coloca-la em exposição, desde que a entreguem”, reforçou Gerontopoulos em entrevista à rádio grega Skai. O ministro adjunto salienta, ainda, que é em Ervos que existe o museu e o local arqueológico onde se encontrou a estátua em 1863.

Este não é o primeiro pedido para que peças gregas voltem para a Grécia. Há já algum tempo que o país está a pedir aos museus europeus que devolvam as várias peças que foram encontradas no território grego, como por exemplo o ‘Partenon de Atenas’ que atualmente está no Museu Britânico, em Londres.

Mais Artigos
Espaços culturais
O Dia Antes. Como se prepararam os espaços culturais para voltar?