O Espalha Factos foi à antestreia mundial  desta obra de sci-fi assinada por Tino Navarro e David Rebordão, que promete muito suspense e intriga, e ainda falou com o ator Pedro Granger.

Com estreia esta quinta-feira, 29 de agosto, os dois realizadores portugueses trazem às salas de cinema RPG, um filme falado em inglês, passado no ano de 2057, que conta com um enredo consistente e um elenco de diversas nacionalidades, incluindo Rutger Hauer (Blade Runner, 1982) e Pedro Granger, e algum sangue.

Para Pedro Granger, trabalhar com diferentes atores foi uma “experiência multicultural muito interessante, porque somos realmente diferentes do ponto de vista pessoal e profissional, aprendemos imenso e houve logo algumas proximidades culturais“, afirmou em exclusivo para o EF.

rpg4

RPG significa Role Playing Game mas é também o nome de uma empresa que oferece, por um curto período de tempo, um corpo jovem a pessoas ricas que buscam de novo a juventude. Mas tudo tem um preço… Exceto para Steve Battier (Rutger Hauer), um multimilionário com uma doença terminal que aceita a oferta da RPG. O objetivo é chegar ao fim de um jogo com 10 participantes e tempo contado. Mas só um pode sobreviver, e para isso terão de mentir e matar.

rpg2

Durante 10 horas, multimilionários de várias nacionalidades lutam pela sua vida e pelo valioso prémio: um corpo mais jovem e atraente, permitindo-lhes viver tudo de novo. Aqui vale tudo, e o enredo incerto cativa qualquer um. Apesar do filme se passar maioritariamente num só local, os diálogos, por vezes com algum humor negro, preenchem a pouca dinâmica do cenário. No filme, o cenário principal do jogo chama-se “Portugal em ruínas”, no ano de 2013, e na verdade foi filmado num local abandonado no Seixal e parcialmente em Barcelona.

Colocar um Portugal arruinado como cenário principal, de certo que traz algumas gargalhadas do público, assim como alguns diálogos dos personagens. Em RPG há que destacar a interpretação de Rutger Hauer mas também de Cian Barry, como Steve Battier jovem, que, aos poucos, se torna em um dos jogadores principais, mostrando porém um lado calmo e inocente. Pedro Granger também se destaca no filme e o seu personagem contribui para algumas gargalhadas.

rpg3

A banda sonora é um elemento bastante presente, acabando por preencher algumas cenas mais lentas, além de contribuir para o suspense. O espectador acaba por ficar agarrado à cadeira assim que a trama avança, colmatando o facto do cenário ser quase sempre o mesmo e do filme não ter um inicio muito narrativo, apresentando-nos logo a RPG e Battier.

RPG é mais uma boa aposta do cinema português que nos apresenta agora uma obra de ficção cientifica, mostrando que Portugal pode contar com realizadores ousados e bons atores.

Imagens: MGN Filmes site

5/10

Ficha Técnica:

Título Original: RPG – Role Playing Game

Realizador: Tino Navarro e David Rebordão

Argumento: Tino Navarro, Artur Ribeiro

Elenco: Rutger Hauer, Pedro Granger, Chris Tashima, Soraia Chaves, Alix Wilton Regan, Dafne Fernández

Género: Ficção Científica, Drama