Miley Cyrus roubou as atenções ontem à noite, em Brooklyn, NY, durante a apresentação dos MTV Video Music Awards 2013. A causa foi a sua polémica atuação, repleta de simbolismo sexual, que lhe rendeu milhares de críticas dos espetadores e dos media internacionais.

A cantora encontrava-se nomeada nas categorias de Melhor Canção de Verão, Melhor Vídeo Feminino, Melhor Edição e Melhor Vídeo Pop. Não levou qualquer prémio para casa, mas foi certamente a mais comentada da noite. Se o seu look na red carpet já permitia espaço para dúvidas e comparações com Gwen Stefani ou Brooke Candy, a sua performance com Robin Thicke, casado e pai de um filho, foi alvo de chacota em todas as redes sociais. 

screen shot 2013-08-25 at 10.05.23 pm

Thicke, Miley Cyrus e a sua mão de espuma. Não podia faltar a língua de fora.

De um grande urso de peluche abriu-se uma porta e dali saiu Miley, envergando um bodysuit com a imagem do teddybear, de língua de fora, como de costume. A meio da apresentação, numa parafernália de twerks e outros movimentos sugestivos, despiu o bodysuit e ficou apenas com um fato em pvc e uma luva de espuma que utilizou para simular diversas vezes o ato da masturbação. Quando surgiu o canadiano Robin Thicke em palco para cantar Blurred Lines com Miley2 Chainz e Kendrick Lamar, esta serviu-se da mão para o provocar e o culminar da festa – e provavelmente a situação mais inusitada e comentada da noite -, inclinou o tronco para a frente e, no meio de um twerk, roçou o rabo nos genitais de Thicke. Antes de a canção terminar, aproveitou ainda para morder-lhe o pescoço.

7414ea407b7d082b_tumblr_ms46weQgzu1qh9nffo1_500.xxxlarge

A situação mais insólita da noite.

Nas redes sociais foram muitas as vozes de apoio, mas esmagadoramente mais significativas as de protesto, jovens e adultos, adolescentes e pais que não reviram na performance de ontem à noite a intérprete de Hannah Montana, a série da Disney que fazia as delícias da criançada. Conservadorismo à parte, a insólita performance de Miley, foi parodiada com diversos vídeos e gifs em vários media anglosaxónicos. No Twitter e no Facebook choveram comentários depreciativos sobre a performance, descrevendo-a como perturbadora ou sugerindo que Miley está a passar por uma crise de identidade.

Por outro lado, a imprensa humorística também fez eco das reações dos convidados presentes, nomeadamente do desinteresse de Drake e de Rihanna e os membros da boysband One Direction, cujos semblantes indecifráveis certamente aludiam às inesperadas atitudes da jovem cantora de apenas 20 anos.

anigif_enhanced-buzz-13967-1377481565-19

Também o website BuzzFeed aproveitou para parodiar a situação produzindo gifs com um twerk de Miley e várias obras-primas da pintura ocidental. Se parece absurda a ideia de observar a cantora a dançar em frente a’ O Grito, de Edvard Munch, ou nos olhos d’A Rapariga do Brinco de Pérola, de Johannes Vermeer, o melhor é clicar aqui.

Até agora ainda não surgiu qualquer reação da cantora às críticas que se levantaram em uníssono.