A 8 de agosto de 1969, há precisamente 44 anos, foi tirada a famosa fotografia de capa do álbum Abbey Road, dos The Beatles. Uma fotografia tirada por Iain Macmillan do lado de fora dos estúdios Abbey Road, e que já deu azo a diversas adaptações.

No entanto, esta não era a ideia inicial. Os The Beatles tinham pensado chamar ao álbum Everest, porque era a marca de cigarros preferida  do engenheiro Geoff Emerick, que ficou conhecido por ter trabalhado com a banda nos álbuns Revolver, Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band e Abbey Road. Porém, assim que as gravações terminaram, o grupo optou por chamar ao disco Abbey Road, o nome da rua dos estúdios onde mais tarde gravaram os Pink Floyd, os Oasis e os U2.

Interessa ainda destacar que quando a fotografia dos quatro foi escolhida para fazer a capa de Abbey Road, não fazia qualquer referência ao nome do grupo ou ao título do álbum. O diretor criativo da banda, John Kosh, chegou mesmo a referir: “Eu insisti que não era preciso escrever o nome da banda. Afinal, eles eram a banda mais famosa do mundo”.

Abbey Road foi o 11º álbum lançado pela banda britânica, a 26 de setembro de 1969, e integra a lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame. A lista distingue os melhores álbuns já produzidos e define como critérios o bom desempenho de vendas e a continuidade do potencial com popularidade duradoura.

Aquando do lançamento do disco, os quatro membros da banda estavam longe de imaginar o impacto colossal da fotografia, que fascinou não só os fãs de The Beatles. Hoje, são vários os que passam a passadeira tentando imitar os membros da mítica banda de Liverpool.