JK Rowling

J.K. Rowling admite ter publicado policial sob pseudónimo

A escritora inglesa não lançou unicamente a obra The Casual Vacancy, Uma Morte Súbita na edição portuguesa, depois da coleção de livros Harry Potter. Sob o nome Robert Galbraith, J.K. Rowling lançou um livro policial em abril, em Inglaterra. “Tornar-me Robert Galbraith foi uma experiência absolutamente libertadora”, afirmou a escritora em comunicado.

Sunday Times descobriu o pseudónimo de J.K. Rowling ao investigar o escritor “com um passado no exército e depois nos serviços privados de segurança a tornar-se uma revelação literária“, de acordo com o jornal Público.

Com o nome The Cuckoo’s Calling, traduzido à letra como O Apelo do Cuco, na obra é conta a história de um veterano da guerra do Afeganistão tornado detetive e com a missão de investigar o suicídio de uma modelo. De acordo com a CNN, a escritora pretendia manter o pseudónimo em segredo mais tempo e afirma que foi maravilhoso publicar “sem qualquer confusão ou expetativa”. J.K. Rowling disse ainda que foi com “puro prazer” que recebeu o feedback dos leitores e dos críticos da obra escrita com outro nome.

De acordo com o Público, o livro, escrito com o nome Robert Galbraith, vendeu cerca de 1500 exemplares desde o lançamento em abril. Com a descoberta da verdadeira identidade do “militar”, o número de vendas da obra no website Amazon subiu instantaneamente. A CNN aponta para uma subida de mais de 500%.

Até à data não se sabe se a obra vai ser traduzida para português.