Bem-vindo à nona edição da Life-Tech, a rubrica que te coloca a par das mais recentes inovações tecnológicas.

As novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) trazem, sobretudo, novos gestos e novos hábitos. Numa escala mais global, pode-se dizer que o mundo está, de dia para dia, em permanente mudança… e como já dizia Luís Vaz de Camões «Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades».

Nesta nona edição damos-te a conhecer ao pormenor uma sugestão bem enquadrada para o  verão: uns calções que carregam o telemóvel apenas com o calor do corpo humano. Mudam-se os tempos e deixamos de utilizar o carregador para sermos nós próprios, utilizadores, o carregador do nosso telemóvel.

Tech-Long

Esta nova tecnologia não precisa de corrente elétrica nem de energia solar para recarregar o equipamento. O único requisito é um corpo humano. Chama-se Power Pocket e tem como objetivo colocar um ponto final nas preocupações que todos temos com a bateria do telemóvel.

Este projeto foi desenvolvido pela Vodafone e pela Universidade de Southampton, no departamento de Ciências Eletrónicas e Computação e será lançado neste Verão.

Este aparelho tecnológico funciona através de módulos termoelétricos que transformam oscilações de temperatura do corpo humano em energia elétrica. Os primeiros protótipos já estão disponíveis em versão calção e saco-cama, com os quais é possível carregar o telemóvel enquanto se anda, dança ou dorme.

Power Pocket 2

«Os módulos termoelétricos são compostos por duas camadas, uma fria e outra quente (aquela que fica em contato direto com o corpo). Os fluxos de calor transmitidos pelo corpo humano e as diferenças de temperatura entre as duas camadas criam uma tensão e corrente elétrica que, por sua vez, geram energia elétrica», afirmou o responsável do blog da Vodafone UK.

Além disso, o professor e líder do projeto, Stephen Beeby, da Universidade de Southampton, explica que «oito horas dentro do saco-cama equivalem a 24 minutos de conversação e a 11 horas em stand-by. Isto assumindo que o seu interior está à temperatura média do corpo humano, ou seja, 37ºC. Da mesma forma, que um dia inteiro a dançar com o telemóvel no bolso dos calções Power Pocket consegue carregar um smartphone».

Apesar do projeto estar num bom caminho e decorrer durante todo o verão, ainda é necessário reavaliar este protótipo de forma a «tornar o material resistente e aplicável a todas as roupas», afirmou Stephen, confiante de que «daqui a dez anos, esta tecnologia vai estar presente na roupa do dia-a-dia e será acessível a todos»

Tech-Short

Capacete de moto com GPS incorporado

Concebidos a partir de uma tecnologia semelhante à dos capacetes de voo usados pelos pilotos de aviões, como é o caso do F-35, estes capacetes vão predispor de um sistema de navegação bastante simples de utilizar e com reconhecimento de voz e dois auriculares.

A empresa Russa LiveMap criou um capacete tecnológico que permite que os condutores se foquem na condução ao mesmo tempo que visualizam os dados do GPS, cuja bateria foi desenvolvida a pensar em grandes viagens. Além disso, o capacete vai dispor ainda de um giroscópio com sensores adaptados aos movimentos do condutor, que permitem manter o foco na condução mesmo quando o utilizador gira a cabeça. Para facilitar a tarefa de conduzir em locais que o utilizador não conhece, o aparelho vai disponibilizar ainda uma pequena lista de comandos de voz para navegar ou obter informações sobre pontos de referência que pretende visitar.

Quando este protótipo for comercializado, os capacetes deverão custar aproximadamente 1.600€. No entanto, os criadores desta ideia prevêem que a tecnologia chegue já no próximo ano aos Estados Unidos, mas só em 2015 deverá chegar a determinados países europeus, como é o caso da França, Espanha e Itália.

Capacete Moto GPS

Um mordomo de bebidas em forma de robô anfíbio

Chegou o Verão e com ele o merecido período de férias… e não só. Apresentamos-te um robô elétrico que é uma espécie de anfíbio, uma vez que tanto funciona na terra como na água. Ou seja, é uma inovação tecnológica que consegue levar as tuas bebidas onde te encontras sem que, para isso, tenhas de ser tu a sair do lugar onde estás e ires ao frigorífico. Basta controlar o robô à distância e dizer «olá» à tua bebida favorita.

Este robô tem ainda uma pistola de água que dá um toque giro, com luzes LED de alta intensidade e que funciona a uma bateria de 9v. Se estiveres muito interessado em ter este robô como companhia, a empresa FrontGate está a vendê-lo por cerca de 75€ a unidade.

Robô