JLR

Jean-Louis Scherrer, costureiro de Jackie Kennedy, morre aos 78 anos de idade

O costureiro francês Jean-Louis Scherrer morreu na passada quinta-feira, dia 20. Tinha 78 anos e sofria de uma doença prolongada. Scherrer deixou duas filhas e ficou conhecido por vestir muitas celebridades, incluindo Jackie Kennedy.

Filho de um psiquiatra parisiense, Scherrer estudou moda antes de iniciar a sua carreira na casa de Christian Dior, em 1956, onde trabalhou em estreita colaboração com Yves Saint Laurent durante vários anos.

Começou o seu próprio negócio em 1962, abrindo uma loja em Paris, ganhando rapidamente nome nos EUA.

Scherrer acabou por perder o controlo da sua empresa, devido a alguns negócios obscuros que manteve ao longo dos anos, tendo sido demitido em 1990. Este acontecimento ficou para a história da moda francesa como a primeira vez em que um designer foi despedido da sua própria marca.

Mais tarde, Erik Mortensen substituiu-o. Depois, foi Stéphane Rolland que ocupou o seu lugar. Em 2008, a marca fechou oficialmente.

Jean-Louis vestiu muitas celebridades femininas da época, incluindo Sophia Loren, Raquel Welch e Jackie Kennedy. Era conhecido por ter clientes aristocratas e pelas suas silhuetas clássicas e conservadoras, embora tenha ocasionalmente feito trabalhos de estampagem animal e de aplicação de penas.

Scherrer estava “há dez meses hospitalizado”, segundo Guillaume Feugeas, um dos seus empregados. De acordo com Feugeas, “o estado de saúde (de Scherrer) foi-se agravando”, tendo o costureiro acabado por morrer numa clínica em Paris.

Mais Artigos
Fita Isoladora
Fita Isoladora: António Costa devia ter ido ao Programa da Cristina?