Slide to Read [#8] – As melhores apps para jogging, corrida e exercício

Bem-vindo ao Slide to Read, onde podes encontrar as melhores apps e dicas para aproveitar o máximo do teu smartphone ou tablet e pôr os gadgets ao teu serviço. Nesta edição a ribalta é das aplicações que nos ajudam e motivam a cumprir objectivos de exercício físico, mais especificamente de corrida.

No filme Forrest Gump, com o galardoado ator Tom Hanks, há duas cenas em particular que todos conhecemos: a primeira é aquela em que Forrest explica que “a vida é como uma caixa de chocolates”; a segunda é aquela em que a personagem é incitada a fugir, com “corre, Forrest, corre”, mais conhecido por “Run, Forrest, RUN!”.

Reparaste que as actividades mais memoráveis do filme são a ingestão intensiva de chocolates e a queima de calorias com exercício? Caso para dizer “Coincidence? I THINK NOT”. As tuas motivações para praticar exercício podem ser muito variadas. Mas há apps para o gosto de todo o freguês, entre a App Store e o Google Play. Por isso mesmo, encontras abaixo uma selecção das melhores aplicações para te pôr a mexer.

Do your own thing

Se queres correr como um meio para atingir um melhor estado de saúde ou como um objectivo pessoal, a melhor app é definitivamente a Ease Into 5K. A sua eficácia baseia-se num programa de três corridas por semana, durante oito semanas, com intensidade crescente.

Interface da Ease Into 5K
Interface da Ease Into 5K

– Através de treinos por intervalos (a semana 1, dia 1 começa com corrida por 30 segundos seguida de passo rápido durante 60 segundos em loop, e a dificuldade aumenta nos treinos posteriores), preparas o teu corpo para ter a resistência necessária para correr cinco quilómetros em dois meses. Ultrapassando o primeiro treino, a tua motivação começa a subir exponencialmente – e eu falo por experiência pessoal.

– Além disso, a app integra as playlists que tens no telemóvel e sobrepõe avisos por voz como “walk“, “run“, “four minutes to go“, “you’re halfway through” e “workout complete” entre outros, para que possas cumprir os intervalos sem olhar para o telefone. No final de cada corrida, podes observar o teu percurso e comparar as tuas estatísticas num diário com gráficos.

– Para rematar, a app publica no final do teu treino um post nas redes sociais que permitires – Facebook e Twitter – que não só te permite orgulhares-te do teu esforço, como gera compromisso social com essa actividade (diminuindo a tua probabilidade de desistir do programa sem o completar).

Ideal para: fazeres uma playlist que comece com a 212 da Azealia Banks e deixares que as pernas te conduzam até ouvires “workout complete“.

App disponível para iPhone e iPod Touch por 2,69€ na App Store.

Do it for the team

Às vezes, o exercício como objectivo pessoal não chega para levarmos a cabo essa empreitada. Mas se os nossos incumprimentos afectam terceiros – ou o inverso -, a tendência é a motivação mútua para o sucesso. É precisamente esta a filosofia da Teemo: usando o Facebook para encontrar os teus amigos que também usam a aplicação, podes formar equipas de até 10 pessoas que atingem um objectivo comum através do exercício físico.

Exemplo de desafio da Teemo
Exemplo de desafio da Teemo
 – Podes escolher entre dez aventuras, como “Escalar o Monte Everest” ou “percorrer o Trilho Inca” que se fazem acompanhar de enredos cativantes associados a uma pequena lista de exercícios com instruções visuais e faladas.

– Sempre que cumpres um dos itens da lista, a app informa-te quanto contribuíste para o cumprimento do objectivo geral da equipa.

– Os teus amigos motivam-te e tu motiva-los a eles!

Ideal para: convidares para a tua equipa os teus amigos viciados em desporto exclusivamente para garantir que, se não cumprires as tuas metas porque “não queres ficar com o corpo todo dorido”, só tens de te lembrar que a sessão de porrada que levas deles te vai deixar em pior estado.

App grátis (por um período limitado; preço habitual: 1,89€) para iPhone e iPod Touch na App Store.

“Do it to save your BRAAAAINS”

Esta app já foi mencionada antes no #S2R, mas é demasiado fora do comum para não aparecer nesta lista: Zombies, Run! 2 torna a tua sessão de jogging num misto de emoção e pânico. Ao envolver-te – através dos headphones onde podes ouvir as tuas playlists – na narrativa do cenário pós-apocalíptico em que os narradores vivem, recebes instruções para recolher medicação e mantimentos (e para isto basta que corras, o sistema de GPS calcula a distância que percorres e atribui estes prémios automaticamente).

Exemplo da interface historiada do Zombies, Run! 2
Exemplo da interface historiada do Zombies, Run! 2

– Quando menos esperares, ouves os grunhidos guturais de mortos-vivos esfomeados atrás de ti, que te dão não-tão-subtilmente-assim a dica de “caramba, tenho de correr!!”. E garanto-te eu, vais correr com convicção.

– Há quarenta missões para completar dentro da app, o que se traduz em muitas corridas e aventuras (e pesadelos?).

– Estranhamente, há uma espécie de SimCity dentro da app onde aplicas os recursos que recolheste ao longo das tuas corridas. Constrói o teu próprio foco de resistência ao regime zombie! (Nota: protestos e manifestações na rua tendem a ser acolhidos com dentadas e ingestão de miolos.)

Ideal para: Levar o teu fascínio com a série Walking Dead a todo um novo patamar experiencial, sem que para isso tenhas de te ver rodeado/a por criaturas que te transformam num palerma acéfalo. Muitos de nós estão em época de exames, e esse é um luxo a que não nos podemos dar.

App disponível por 3,99€ para iPhone e iPod Touch na App Store e por 3,49€ no Google Play.

Depois desta dose de apps para exercício físico, da próxima vez que te cruzares com uma caixa de chocolates, pensa quando foi a última vez que foste correr.

E tu?

Que apps costumas usar para fazer exercício físico? Já experimentaste alguma destas? Sobre que mais apps gostavas de ler no Slide to Read? Deixa o teu feedback via email, tweeta usando a hashtag #S2R ou deixa-nos um comentário abaixo!

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Limp Bizkit e Linkin Park: 20 anos de dois álbuns que marcaram uma geração