A Austrália é o país com melhor qualidade de vida. Quem o garante é a OCDE, na tabela Better Life. No que toca a satisfação, Portugal aparece na segunda posição, mas a contar do fim. Atrás dos portugueses, constam apenas os húngaros e, contrariamente, a Suécia, o Canadá, a Noruega, a Bélgica e a Suíça ocupam as posições cimeiras, num ranking de 36 países.

Mas nem tudo são más notícias. Noutros tópicos da tabela, Portugal ocupa uma posição acima da média e à frente de outros países desenvolvidos. O ambiente, a saúde ou as condições de habitação não nos deixam ficar mal. No que respeita ao emprego, Portugal está abaixo da média mas, ainda assim à frente da Eslováquia, da Grécia ou do Brasil. No ambiente, por exemplo, estamos à frente do Japão, da Bélgica, da Itália ou da Coreia do Sul.

Este índice da OCDE contabiliza vários factores da vida dos cidadãos, divididos em onze tópicos que a organização acredita serem fulcrais para a fruição da qualidade de vida: habitação, rendimentos, emprego, comunidade, educação, ambiente, participação cívica da população, saúde, satisfação com a vida, segurança e equilíbrio entre a vida e o trabalho. 

No índice geral, a Austrália atingiu a maior pontuação. Os países com pior desempenho são a Turquia, o México, o Chile, o Brasil e a Rússia.

A tabela pode ser consultada aqui.