bey

Forbes publica a lista das mulheres mais influentes de 2013

Como é habitual, a revista norte-americana Forbes publicou a lista daquelas que considera serem as mulheres mais influentes do ano. Michelle Obama, Anna WintourBeyoncé ou Sofia Vergara são apenas alguns dos nomes abrangidos pela publicação.

A lista é encabeçada por mulheres ligadas à política ou à direção de multinacionais, mas também figuram celebridades e várias personalidades relacionadas com a indústria da moda. As integrantes são selecionadas pelo dinheiro que ganharam, pela presença nos media e pelo impacto social.

Há sete anos a encabeçar a lista, a chanceler alemã Angela Merkel gere uma das economias mais influentes do mundo. A língua portuguesa está representada por Dilma Rousseff, no segundo lugar. Michelle Obana não poderia faltar e o seu nome surge em quarto lugar. Na área da política destaca-se também Hillary Clinton, que continua a ser uma das mulheres mais observadas e escutadas nos EUA. A sua exímia carreira, sempre perto do centro do poder político norte-americano, faz dela uma potencial candidata nas eleições de 2016, conquistando assim a quinta posição da tabela.

Habituadas a ver o nome associado a esta lista estão também Oprah Winfrey, agora na 13ª posição, a co-diretora da Sony Pictures Entertainment, Amy Pascal (nº 36), a diretora do FMI Christine Lagarde (nº 7) ou a rainha Isabel II do Reino Unido, que alcança a quadragésima posição.

Cada vez maior é o número de mulheres asiáticas e africanas a entrar na tabela. Park Geun-hye, presidente da Coreia do Sul, ou Ellen Johnson-Sirleaf, presidente da Libéria e Nobel da Paz em 2011, são alguns exemplos. Ellen tem o seu nome associado a várias causas humanitárias e ao ativismo político e social, à semelhança de alguns outros nomes na tabela. Judith Rodin, presidente da Rockefeller Foundations ocupa o 98º lugar.

Associadas a causas humanitárias estão também a maioria das celebridades integrantes da lista, tais como Beyoncé (17º), Angelina Jolie (37º) ou Shakira (52º).

Mulheres ligadas à educação e ao crescimento social são presenças notáveis. Destacam-se Melinda Gates, esposa de Bill Gates, que ocupa o terceiro lugar, Christine Lagarde, a diretora geral da OMS Margaret Chan (nº33) e  a diretora da Universidade de HarvardDrew Gilpin Faust (43º).

Para terminar, as empreendedoras ligadas à indústria da moda ocupam posições de grande destaque. Anna Wintourdiretora da Vogue, o barómetro de referência para a indústria da moda mundial, surge em 41º lugar. Miuccia Prada ocupa a 58ª posição e Rosalia Mera, co-fundadora da Zara, a 66ª. Dona de uma fortuna avaliada em 1 bilião de dólares, Tory Burch entra para o 69º lugar. Acostumada a estas andanças, a mulher que revolucionou o vestuário das mulheres ativas norte-americanas, Diane von Furstenberg, alcançou a 74ª posição.

A lista pode ser consultada na íntegra aqui.

Mais Artigos
Videoclube do Sr. Joaquim
‘Videoclube do Sr. Joaquim’: um livro com humor, cinema e solidariedade