O Raffles Hotel, em Singapura, foi palco do mais recente desfile da Chanel. A coleção Resort 2014 foi apresentada perante uma plateia exclusiva de celebridades internacionais, imprensa consagrada e clientes asiáticos.

As coleções Resort têm sempre perfume a verão e a Chanel é, definitivamente, uma marca que gosta de viajar. Karl Lagerfeld também e quando o faz, segundo o próprio, é a trabalho. Norteia as suas pré-coleções e coleções Resort por diversas culturas em diversos pontos do globo, e se Versalhes foi o palco anterior, desta vez a marca pisca o olho ao mercado asiático. Só no Singapura, a Chanel detém seis lojas.

head designer da casa, inspirou-se em pequenos detalhes da cultura do Singapura, essencialmente nos cortinados brancos e pretos que adornam as janelas das casas típicas da região. Sem ambicionar um desfecho temático para a coleção, Lagerfeld centrou-se num estilo vagamente colonialista e repescou nos arquivos da casa, a essência das criações de Gabrielle Chanel na Belle Époque e na década de 30. Por casualidade, o designer encontrou uma foto de um pescador do país, datada de 1880. Este envergava um casaco branco debruado a preto, com quatro bolsos, idêntico a um casaco clássico Chanel,  celebrizado em meados do século XX.

O set reportava os convidados para uma decadência premeditada e o ambiente descontraído foi reforçado pela banda sonora com êxitos dos 50’s e 60’s a cargo de Michel Gaubert. A simplicidade e a elegância abraçaram o sportswear, numa referência aos aficionados britânicos pelo críquete, particularmente, ao nível do menswear.

Os materiais assumem mais uma vez a primazia. A marca suporta contratos exclusivos com alguns dos melhores ateliês e oficinas artesanais de produção de têxteis, principalmente malhas e tecidos de lã, o que justifica a constante apresentação de produtos raros ou com tecnologia de ponta aos seus clientes. Nesta coleção, uma das surpresas foi a aplicação de látex em renda. Algumas caxemiras foram estampadas com uma técnica artesanal daquela região denominada batik.

Como sempre, a front row esteve repleta de trendsetters, essencialmente atrizes, cantoras e outras personalidades ligadas à cultura e de gerações jovens, entre elas Dakota Fanning, Anna Mouglalis, Astrid Bergès-FrisbeyClotilde Hesme, Rinko Kikuchi, Ryeowon Jung e o artista pop sul-coreano Choi Siwon. Também marcaram presença nomes de peso da indústria de moda, nomeadamente Caroline de Maigret, o editor André Leon Talley e a stylist Faye Tsui (que esteve no evento vestida pela marca portuguesa Saymyname).

O vídeo completo do desfile pode ser visto aqui, assim como o backstage, entrevistas com as celebridades presentes no evento e com Karl Lagerfeld. Em baixo, uma seleção de looks da coleção.