Foram reveladas mais informações sobre a 14ª edição da FATAL, o Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa. São treze espetáculos de teatro universitário nacionais e estrangeiros que terão lugar durante o mês de maio no Teatro da Politécnica. Também estão previstos sessões de leitura e workshops sobre cenografia e fotografia do teatro.

Nesta 14ª edição do Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa, a ser realizada durante os dias 7 e 25 de maio, é dado relevo aos temas homem e mulher, passado e futuro, e a reflexão sobre o papel assumido pelos estudantes universitários como impulsionares da mudança, de acordo com o comunicado oficial. Um dos grupos estrangeiros que atuam no FATAL deste ano é o grupo Aula de Teatro Universitária ‘Mariscastaña’, não sendo a primeira vez que marcam presença no festival.

No fim de cada atuação há tertúlias com várias personalidades do mundo do espetáculo, ainda a serem confirmadas, para existir um momento de discussão entre o público e os artistas. Pela primeira vez no festival é apresentada uma sessão de leituras, inspirada no movimento Theatre Uncut. O objetivo é realizar uma sessão, em conjunto com a Casa da Esquina de Coimbra, sobre financiamento cultural e provocar o debate político.

Sob o nome Teatro Sem Cortes, os textos sobre financiamento cultural, na sessão de leitura, são de autoria de vários dramaturgos contemporâneos nacionais e internacionais. Tratam-se de respostas a diversas temáticas atuais, como é o caso da crise europeia atual.

Para além destas atividades, haverão workshops destinados, na grande maioria, a grupos de teatro e estudantes universitários sobre cenografia, fotografia de teatro e relacionadas com o trabalho de ator e de voz.

Mais informações são disponibilizadas em breve.

Podes consultar mais informações sobre a 14ª edição do FATAL na página oficial do Facebook.