Do realizador de Tron: Legacy, Joseph Kosinski, Esquecido (Oblivion) mostra-nos que Tom Cruise continua em forma para desempenhar papeis de herói. Um filme que se desenrola lentamente no início mas que cativa o público até ao fim e nos faz relembrar o porquê de sermos humanos.

O enredo da obra não é inédito no mundo da ficção científica mas acaba por nos prender à cadeira. Jack Harper (Tom Cruise), cuja memória foi eliminada, carrega o fardo de ser o responsável pela manutenção dos drones colocados numa Terra destruída pela guerra com uma raça alienígena. Jack é arrastado pelo ceticismo e receio de Victoria (Andrea Riseborough), a sua companheira que o vigia nas missões, enquanto ele desce à Terra, questionando muitas vezes a função que lhes foi designada. Ambos aguardam a sua ida para a colónia lunar onde se encontra o que resta da Humanidade, até que um dia, tudo em que Jack Harper acredita é posto à prova e a Humanidade pode mesmo estar nas suas mãos.

oblivion

A história sobre a guerra na Terra é contada rapidamente, apenas para enquadrar o espetador, e a primeira metade do filme não apresenta cenas de grande ação. Contudo, são estas as cenas que começam a suscitar dúvidas no personagem principal, que, aos poucos, revela a vontade de voltar ao passado quase esquecido e de ver a Terra renascida. Mas será só com a queda da nave Odyssey e no frente-a-frente com o líder dos temidos “predadores” (Morgan Freeman), que Jack Harper se confronta com a sua alienação e com uma mentira construída que esconde uma verdade obscura.

Apesar de se tratar de um pós-guerra dividido entre máquinas, raças alienígenas e homens, Esquecido não nos submete a um cenário pós-apocalíptico caótico e sujo. Pelo contrário, o filme conquista pelos seus cenários de uma Terra serena quase deserta mas, ao mesmo tempo, verde, não deixando de apresentar alguns edifícios e monumentos míticos soterrados e desfeitos.

09oblivion

Ganha também pelo minimalismo e design das invenções futuristas. Além disso, a banda sonora original, composta por Anthony Gonzalez, do grupo M83, e Joseph Trapanese, não passa despercebida, apresentando-se vibrante e ao mesmo tempo um pouco sombria nos momentos necessários.

A obra de Joseph Kosinski não se trata de um filme de ficção científica  desprovido de sentido, que mostra apenas a destruição da Humanidade subjugada a uma raça alienígena. Aliás, este não é o destaque central do filme e surge de forma subtil. Esquecido relembra-nos o poder do sentimento humano nos momentos mais sufocantes. Sem cair no cliché do sentimentalismo, subtilmente, o filme mostra as características intrínsecas ao Homem, como o amor ou compaixão nos piores e melhores momentos, e saímos da sala a acreditar que, apesar de muitos erros cometidos pelo Homem e desconhecendo outras formas de vida semelhantes, ser humano é algo especial.

02oblivion

Apesar do bom desempenho de atores como Morgan Freeman, Olga Kurylenko (que surge na misteriosa queda de Odyssey), e Andrea Riseborough, Tom Cruise é definitivamente o herói do filme com uma interpretação que não desilude os seus fãs. Resta saber se Esquecido será um dos filmes de 2013.

7.5/10

Ficha Técnica:

Título Original: Oblivion

Realizador: Joseph Kosinski

Argumento: Joseph Kosinski, Karl Gajdusek, Michael Arndt

Elenco: Tom Cruise, Morgan Freeman, Olga Kurylenko, Andrea Riseborough

Género: Ficção Científica, Aventura

Duração: 124 minutos