Em 2013, o IndieLisboa comemora uma década. As novidades são muitas. Fica a conhecer sessões exclusivas, o programa de diversão noturna e das conferências, bem como os nomes dos vários convidados internacionais que marcarão presença no festival.

ANTE-ESTREIA EXCLUSIVA SPRING BREAKERS – Um ‘mimo’ para os fãs de sempre

Spring Breakers, o mais recente filme de Harmony Korine, será apresentado numa antestreia exclusiva para fãs do Indie Lisboa a 25 de abril às 21h30 no Cinema São Jorge.

spring breakers

Na comemoração do 10º aniversário, o festival pretende “premiar o público que tem estado connosco desde o início”, informa um comunicado à imprensa. Desde modo – e não havendo bilhetes à venda – os espectadores só poderão entrar na sessão mediante a apresentação de um voucher adquirido a partir da compra de cadernetas ou através da participação em passatempos.

Depois da exibição do filme, a festa continua no Ritz Clube com um showcase da editora e agência portuguesa Enchufada, com os DJ sets de BIZT, Kking Kong e Voxels.

 

INDIE BY NIGHT – O Encontro do Cinema com a Música

Para além dos vários filmes integrados na secção IndieMusic – que percorrem géneros como rock, o disco ou o soul – a música marca presença no festival através do Indie by Night. O Ritz Clube será o anfitrião da maioria dos eventos desta vertente do IndieLisboa.

Para dia 13 de abril está prevista uma Festa de Antecipação do IndieLisboa’13. A 19 de abril Manuel Fúria e os Náufragos interpretação na íntegra o álbum Mãe dos Heróis do Mar, contando com vários convidados ao longo da noite.

Dia 20 de abril está reservado para os Linda Martini, que tocarão na íntegra o seu primeiro álbum. A noite termina no Ritz com Peaches.

peaches

O coletivo Sofa Surfers dá no dia 26 de abril um filme-concerto, musicando ao vivo Trains of Thoughts de Timo Novotny. Seguem-se vários DJ sets.

O Indie by Night termina a 27 de abril, ao som do disco dos anos 70, com a sua Festa de Encerramento, inspirada no filme Secret Disco Revolution.

LISBON TALKS – Pensar o estado e o futuro do cinema

Desenvolver a formação e discussão sobre a produção cinematográfica é o objetivo das LisbonTalks, que decorrem de 18 a 26 de abril na Universidade Lusófona, no Hotel Florida e no Cinema São Jorge.

O programa arranca a 18 de abril com um workshop de realização dirigido por Filipa Reis e João Miller Guerra, que culmina na realização de uma curta metragem de cinco minutos.

O seminário Cinema em Portugal – e se os apoios públicos não existissem?, uma conversa orientada por Paulo Viveiros, sobre a produção, formação, distribuição e exibição, tem lugar a 21 de abril.

Os debates têm início no dia 22 de abril com o tema A Fotografia no Cinema, discutindo-se a importância do trabalho do diretor de fotografia.

No dia seguinte, a Individualidade da Representação é o tema de uma conversa com João Canijo e Anabela Moreira.

Em Recortar Histórias, com João Braz, a 24 de abril, discute-se a influência do processo de montagem no resultado final de um filme. Para 25 de abril, o foco será nas Novas Tecnologias do Cinema.

Francisco Valente modera o debate sobre o cinema português O Efeito Tabu – Desafios para o Futuro no e do Cinema Português, que terminará o ciclo a 26 de abril.

CONVIDADOS – Referências Internacionais em Lisboa

Entre os convidados do IndieLisboa’13 estarão Antonio Campos (realizador de Simon Killer), Lucien Castaing-Taylor (realizadora de Leviathan),  Marcelo Lordello (realizador de Eles voltam), Melanie Shatzky (realizadora de Francine), Shalimar Preuss (realizadora de Ma belle gosse),  Joel Potrykus (realizador de Ape),  Jacques Doillon (realizador de Un Enfant de Toi), Nikolaus Geyrhalter (realizador de Donauspital – SMZ Ost), Sebastian Mez (realizador de Metamorphosen)  e Peaches (música e realizadora de Peaches Does Herself).