nicola-formichetti-656x492

Nicola Formichetti abandona direção criativa da Mugler

Os rumores confirmaram-se e Nicola Formichetti abandonará o cargo de diretor criativo da Muglerpor acordo mútuo“. Segundo o site WWD, a marca francesa ainda não tem um substituto.

Parte de uma geração de “star-designers”, antes de ser admitido como diretor criativo da Mugler, Nicola foi responsável pela criação da imagem de Lady Gaga ou pelo lançamento do Zombie Boy. À frente da casa francesa, cumpriu a missão de rejuvenescer a marca que conheceu o seu auge nos anos 80 e 90. Alterou o nome da marca de Thierry Mugler para Mugler, simplesmente. Apesar disso, esta mudança não provocou reações tão controversas quanto a que Heidi Slimane fomentou na Saint Laurent.

Em apenas dois anos, Nicola conseguiu alargar o público da Mugler às camadas mais jovens, através de várias ações de marketing, como a aparição de Gaga no seu primeiro desfile para a marca, na temporada de outono-inverno 2011. Aproveitou o background da Mugler para se associar a diversas celebridades de topo e tomar de assalto as redes sociais.

Ao WWD, Joel Palix, presidente da Clarins Fragrance Group e diretor-geral da Mugler, reconheceu o valor do legado de Nicola e o seu talento para a comunicação e na percepção da imagem e do design modernos. O seu trabalho surge determinante para a estratégia comercial futura da casa francesa. Apesar de pouco familiar para o público português, vale a pena lembrar que Nicola Formichetti foi a capa do primeiro número impresso da revista DSection e que também contribuiu para o editorial de capa da segunda edição, fotografado por Mariano Vivanco.

Nicola Formichetti fotografado por Mariano Vivanco, na capa da revista portuguesa DSection.
Mais Artigos
Isabel Silva Você NA tv Somos Portugal
Isabel Silva é a próxima convidada do ‘Alta Definição’