Investigadores da Universidade de Aveiro (UA) desenvolveram um programa informático que ajuda os telespectadores a escolherem o que ver na televisão dependendo de com quem estão e do seu estado de espírito.

O projecto de investigação TV Discovery & Enjoy, do Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências da Comunicação da Universidade de Aveiro desenvolveu esta aplicação com o apoio da PT Inovação, que financiou a ideia.

Esta aplicação, que dará ao utilizador de um serviço de TV a possibilidade de encontrar o programa televisivo mais adequado ao contexto em que estiver, surgiu após um inquérito realizado no ano passado a 550 pessoas sobre os hábitos televisivos e os processos cognitivos que os telespectadores têm no momento da escolha e seleção de conteúdos televisivos.

Jorge Ferraz, coordenador do projecto de investigação, explicou que «os critérios mais importantes, na hora de escolher o conteúdo televisivo, prendem-se não só com o género televisivo, mas também com a companhia, o estado de espírito e o tempo livre para ver televisão».

Assim sendo, e com a utilização dos dados recolhidos nos inquéritos, foi possível desenvolver um protótipo composto por uma aplicação de televisão interativa e uma aplicação tablet que abrange todos os conteúdos disponibilizados pelo MEO, incluindo os programas das gravações dos últimos sete dias e o videoclube.

Esta aplicação minimiza a necessidade de fazer zapping e, «com três ou quatro escolhas rápidas, a aplicação apresenta-nos um leque de 10 ou 15 sugestões, de um conjunto de mais de 10 mil conteúdos, que potencialmente se adequam àquilo que naquele momento tenho interesse em visionar», explica Pedro Almeida, também ligado a este projeto, à agência Lusa.

A aplicação, ainda em fase de protótipo, irá ser testada durante o mês de abril por um ‘focus group’ que avaliará «o nível de usabilidade das aplicações e o grau de interesse das diversas funcionalidades implementadas».