the-host

Estreia: Nómada

Esta semana as salas de cinema portuguesas estreiam seis filmes, com destaque para os dramas, mas também algum romance, ação e ficção científica. A escolha do Espalha-Factos para estreia da semana recai sobre a ficção científica adaptada do livro de Stephenie Meyer com o mesmo nome, Nómada (em inglês The Host). Analisamos ainda o Box Office da semana passada.

Nómada marca o regresso de uma adaptação de um livro de Stephenie Meyer ao grande ecrã depois do sucesso da saga Twilight.

Nómada retrata um mundo invadido por uma espécie extraterrestre, focando-se nos últimos humanos que ainda sobrevivem e a sua luta contra as espécies invasoras. No elenco podemos ver Saoirse Ronan (Expiação em 2007) como a personagem principal e também o jovem Max Irons (A Rapariga do Capuz Vermelho em 2011), que protagonizarão o par romântico do filme. Para além deles também Diane Kruger (Sacanas Sem Lei em 2009) e William Hurt (O Lado Selvagem em 2007) fazem parte deste elenco comandado pelo realizador Andrew Niccol, responsável por filmes tais como Gattaca em 1997, O Senhor da Guerra em 2005 e o mais recente Sem Tempo de 2011.

The-Host

Profundo Mar Azul é um drama protagonizado por Rachel Weisz que retrata a história de uma mulher que vive um casamento infeliz e que encontra nos braços de um problemático ex-piloto da Royal Air Force a paixão que faltava na sua vida. Este drama foi realizado por Terence Davies e, para além de Rachel, conta no elenco com Tom Hiddleston (Os Vingadores em 2012). O Espalha-Factos já viu este filme e podes consultar a crítica aqui.

Os livros de Nicholas Sparks regressam aos cinemas, com a adaptação de um Um Refúgio Para a Vida. Neste filme, realizado por Lasse Hallstrom (Chocolate em 2000) é contada a história de uma mulher, Katie, que decide fugir para Southport, na Carolina do Norte à procura de um novo começa, deixando para trás os segredos obscuros do seu passado. Ao apaixonar-se, Katie vê-se confrontada com a revelação desses segredos. Um Refúgio Para a Vida é protagonizado por Julianne Hough e Josh Duhamel.

Terra Prometida é outro dos dramas que chega esta semana às salas de cinema. Protagonizado por Matt Damon e John Krasinski, que são ao mesmo tempo os argumentistas do filme, conta a história de um comerciante e a sua parceira de vendas que vão parar a uma pequena cidade rural muito afetada pelo declínio económico dos últimos tempos. Os dois decidem comprar os habitantes em troca da autorização para a perfuração dos terrenos da pequena cidade. No entanto, tudo se complica com a chegada de um astuto ativista ambiental que faz com que as tensões aumentem. O Espalha-Factos já viu este filme e podes ler a crítica aqui.

Uma Mulher, Uma Arma e uma Loja de Massas é um drama chinês que se centra numa loja de massas numa cidade algures na China. O dono da loja, Wang, é traído pela mulher com um dos seus funcionários e planeiam mata-lo até Wang intercetar esse plano.

Por último, estreia nas salas de cinema o filme de ação G.I. Joe: Retaliação, que pode ser visto em 3D. No segundo filme da saga, os G.I. Joes não só combatem a mortal organização inimiga Cobra, mas também terão de lidar com o próprio governo que passa a constituir uma ameaça. Um filme que conta no elenco com Channing Tatum, Dwayne Johnson, Adrianne Palicki e também com o veterano Bruce Willis.

Vê aqui o trailer da nossa Estreia da Semana, legendado em português:

BOX OFFICE

Na semana de 21 a 27 de março, o filme de animação Os Croods passou para o topo da tabela, com 113.054 espectadores a assistirem ao filme e com € 672.485,83 de receita. Em segundo lugar está Vigarista à Vista, que levou às salas de cinema 26.489 pessoas e angariou € 132.689,47. A fechar o pódio temos A Idade da Loucura, que conseguiu a quantia de € 115.635,48 e 22.958 espectadores. Consulta aqui mais informações.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Fina Estampa Globo
Fina Estampa. No Brasil, novela repetida tem maior audiência que as inéditas