A programação da Páscoa traz várias surpresas e é já hoje, às 13h41, que o cozinheiro David Muñoz recria A Última Ceia no canal HISTÓRIA.Considerado um dos momentos mais transcendentais da história do Homem, A Última Ceia já foi objeto de diversos estudos ao longo dos tempos. Agora, é a vez de o acontecimento ser recriado pelo chef espanhol David Muñoz, baseando-se nos estudos do investigador gastronómico Miguel Ángel Almodóvar sobre os alimentos utilizados e o processo de preparação.

O canal HISTÓRIA propôs ao cozinheiro do restaurante de duas estrelas Michelin, o Diverxo, que recriasse o menu histórico numa versão atual e inovadora. Justificando o desafio proposto, a diretora geral do canal, Carolina Godayol, afirmou que o canal quis “criar algo muito especial” na Semana Santa.

Para Muñoz esta é uma oportunidade “inédita e inovadora” e o chef elaborou um menu de cinco pratos, inspirado em duas linhas criativas: o uso de ingredientes historicamente comprovados como o pão sem levedura e a recriação de imagens próprias da Última Ceia.

image002

O resultado é visível no menu histórico, mas ao mesmo tempo vanguardista, e Muñoz abre a sua reinterpretação do menu com enguia que figura no fresco de Leonardo da Vinci e com ouriços com ketchup de tamarilho e tabasco, adornados de forma a evocar a coroa de espinhos.

O investigador Miguel Almodóvar estudou que “os pratos básicos da Última Ceia foram ervas amargas, peixe do vizinho Lago Tiberíade, cordeiro pascal e o charosset, um doce que evoca os tijolos com os quais se construiu Israel”.

Recreación de la Última Cena (baja)

Outros pratos incluídos: cordeiro assado com línguas de pato, que simboliza a abundância destas aves na Galileia; truta em molho agridoce, peixe abundante no lago Tiberíade, ou pão sem levedura, pois esta era símbolo de pecado.

Uma recriação histórica, gravada no restaurante de Muñoz, a não perder hoje, às 13h41, no canal HISTÓRIA.