A Life-Tech, uma das novas rubricas de opinião do Espalha-Factos, pretende revelar todas as inovações do universo tecnológico e divulgar um juízo próprio sobre as novas fronteiras de criatividade e inovação. Nesta segunda edição será dado a conhecer ao pormenor um teclado virtual invisível, desenvolvido pela Fujitsu.

As inovações tecnológicas não trazem apenas novos gestos e novos hábitos. A nossa maneira de pensar e agir muda também. A somar às tecnologias de produção digital, a web trouxe o acesso instantâneo, gratuito e sem barreiras ao mercado global e esta distribuição viral tornou cada um de nós num redistribuidor estimulado ou num «quase» autor das informações que divulgamos no mundo virtual e sobre o mundo tecnológico.

Tech-Long

As tecnologias desenvolvidas pela Fujitsu colocam a empresa numa posição ímpar no mercado mundial. Prova disso é o novo software lançado pela empresa japonesa: um teclado virtual invisível articulado à câmara frontal de um tablet ou de um smartphone. Este software inteligente é semelhante aos teclados infravermelhos já lançados, mas o modelo é diferente dos teclados laser, que projetam a imagem das teclas em qualquer superfície plana e que, posteriormente, detetam onde os nossos dedos tocaram.
Teclado Laser - InfravermelhosJá desde 2011, a Fujitsu planeava lançar uma linha de produtos com um teclado invisível, mas só agora esta empresa de serviços e sistemas na área da computação, telecomunicações e micro eletrónica avançada, conseguiu ir um pouco mais-além: dispensando totalmente a parte da projeção laser e recorrendo exclusivamente à câmara de um tablet, a Fujitsu desenvolveu uma nova forma de escrever através de um sistema concebido para permitir que um utilizador possa usar um espaço livre qualquer, em frente ao seu tablet, para escrever, ao contrário de tocar no ecrã do dispositivo.

A câmara do tablet é utilizada para fazer o acompanhamento dos movimentos dos dedos do utilizador, permitindo detetar quais são as teclas em que estamos a carregar, quando na realidade estamos apenas a bater com os dedos na mesa. Este protótipo foi demonstrado no evento Fira Barcelona Gran Via, na Espanha, e funcionou bem com o Windows 8 e um tablet genérico da própria Fujitsu. No entanto, ainda não existe uma previsão sobre quando o produto final será comercializado.
Teclado Virtual Invisível - Fujitsu 2

Vantagens e desvantagens

Uma das grandes vantagens deste novo produto é o facto deste conter um sistema que poderá ser rapidamente utilizado em qualquer equipamento que contenha uma câmara (smartphones, tablets, etc.).

Contudo, uma das limitações é que o programa para funcionar corretamente reconhece a cor da pele do utilizador e, atualmente, este produto está apenas programado para a autenticação do tom de pele japonês, o que quer dizer que ainda não reconhece peles mais claras ou mais escuras que as dos orientais.

Outro assunto que se discute é a real utilidade deste produto tecnológico, uma vez que com um teclado virtual tão prático como este é possível enviar, por exemplo, mensagens mais rápidas do que quando enviamos mensagens em telemóveis touch. Porém, para realizar tarefas mais complexas, será mais ágil utilizar um teclado comum.

Eu própria, consumidora compulsiva das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação, confesso estar tentada a experimentar este novo produto virtual, e descobrir se é ou não é realmente útil. Como ainda não se sabe quando o produto final será comercializado, e uma vez que o protótipo do teclado virtual ainda vai ser sujeito a vários melhoramentos, o ideal será «fazer figas» para que a Fujitsu «disponibilize uma App em tempo útil» ou então que os developers reproduzam algo bastante idêntico.

Tech-Short

Beercade – A máquina de jogos que fornece cerveja

A agência de marketing McKinnery Ten Percent criou a Beercade, uma máquina de salão de jogos, que pode vir a mudar o conceito de jogabilidade como o conhecemos, ao recompensar os jogadores não com pontos, bilhetes ou moedas, mas com cerveja.

Durante uma campanha para promover a fábrica de cerveja Big Boss Brewing Company, a McKinnery Ten Percent construiu inadvertidamente o The Last Barfighter, atualmente um dos melhores jogos de salão, que testa através de três rondas de combate intenso os adversários. Depois das lutas, o vencedor é recompensado com uma cerveja fornecida por debaixo dos controlos.

Beercade – A máquina de jogos que fornece cerveja

Não acreditas? Então podes ver o vídeo aqui: Beercade: The Last Barfighter

Nova braçadeira à la Relatório Minoritário

A Thalmic Labs apresentou a Myo, uma braçadeira capaz de seguir os nossos movimentos e transformá-los num dispositivo de controlo ao estilo do filme Relatório Minoritário. A braçadeira é capaz de detetar movimento em seis eixos, bem como sinais elétricos e contrações de músculos. Segundo a Thalmic, é tão sensível que deteta os movimentos de cada dedo.

O feedback é dado ao utilizador através de tecnologia tátil integrada na braçadeira e, em teoria, a braçadeira pode ser usada para controlar qualquer dispositivo que contenha Bluetooth 4.0. A Myo está disponível no final do ano para pré-encomenda limitada e a Thalmic já disse que não cobrará nada ao cliente até lhe enviar o produto.

Braçadeira à la Relatório Minoritário


Fazer compras com… o Google Glass

Na primeira edição da Life-Tech apresentei aqui a nova ferramenta tecnológica lançada no mercado pelo Google: o Google Glass. Agora, imaginas qual seria a sensação de fazer compras com este aparelho?

Google Glass

A empresa ConAgra Foods, que detém um conjunto de marcas populares de alimentos congelados como a Healthy Choice ou Marie Callender, trabalhou com a mais recente inovação do Google para mostrar aos consumidores como podem realizar uma simples tarefa de compras, recorrendo ao uso das tecnologias transformando, assim, uma tarefa banal em algo que se pode fazer de forma até muito divertida.

Podes comprovar esta experiência vendo o vídeo aqui: Às compras com o Google Glass.