The Biggest Baddest Bucket List

Concurso oferece seis meses de viagem, com tudo pago e destino à escolha

The Biggest Baddest Bucket List é um concurso que permite viajar durante seis meses, com tudo incluído. A agência de viagens, sediada em Londres, e com presença em 46 países, lançou um concurso com um prémio igualmente aliciante para os viajantes: «seis meses, seis continentes (a América é dividida em Norte e Sul), com todas as despesas pagas». 

Seguindo uma fórmula similar à do conhecido concurso que prometia «o melhor emprego do mundo» em paradisíacas ilhas australianas, surge agora a competição da My Destination, cuja maior atração é o facto dos destinos não serem previamente definidos, mas sim serem escolhidos pelo vencedor.

Segundo o P3, para os seis meses de viagem, «há um orçamento de 50 mil dólares (cerca de 38,500€) que inclui as despesas de transportes, alojamento e alimentação, sendo que uma fatia de 10 mil dólares (7,7 mil euros) se destina apenas a gastos pessoais». O valor abrange, ainda, as experiências de viagem, já que é obrigatório que o vencedor viva pelo menos uma experiência local em todos os destinos.

As experiências durante o trajeto possibilitam a oportunidade de fazer «bungee jumping, passeios de helicóptero ou cursos de culinária local, onde tudo será adaptado ao circuito de viagem escolhido e às capacidades do viajante».                                     

Num itinerário personalizado, em que o projeto de viagem é desenhado com a equipa da empresa de turismo, há requisitos mínimos que é necessário o viajante cumprir: para que se cumpra a ideia de volta ao mundo, «devem incluir-se 25 destinos da rede em que opera a My Destination e pelo menos dois destinos de cada continente. Durante toda a viagem, o vencedor deve alimentar as plataformas online da empresa de viagens, com publicações, vídeos e fotografias».

Para concorrer

Além de ter mais de 18 anos e dominar a língua inglesa, o objetivo é que o candidato seja também criativo e sem inibições perante as câmaras. São três os elementos pedidos para a candidatura: um vídeo, um relato de viagem e três fotos. O vídeo deve ser original e criado especificamente para a competição, apresentando um destino de eleição que o candidato conheça suficientemente bem para o promover. O vídeo deve ainda possuir a duração máxima de três minutos. O relato deve narrar uma experiência de viagem fascinante, entre 200 e 500 palavras e as três fotografias devem documentar essa experiência.

Podes ver o vídeo promocional do concurso aqui: The Biggest, Baddest, Bucket List. A competição está aberta até 31 de Março e a 8 de Abril será anunciada a lista dos dez finalistas (cinco serão eleitos por votação online e os outros cinco pelo júri). Posteriormente, os candidatos passarão uma semana em Londres (a empresa paga todas as despesas), onde irão realizar várias atividades.

Há ainda que ultrapassar um momento decisivo para se ser consagrado vencedor: passar por uma entrevista com os cofundadores da My Destination e com os viajantes Norman e Ben Southall  (o vencedor do concurso australiano «O melhor trabalho do mundo»). O viajante escolhido será revelado a 26 de Abril e depois terá até Junho para preparar as malas. Dezembro será o mês de regresso onde o vencedor terá ainda direito a um bónus de 50 mil dólares.

Podes consultar o regulamento do concurso aqui: My Destination – Regulamento, e o site do concurso aqui: Site do Concurso.

Mais Artigos
Lily James como Mrs. de Winter em Rebecca
Crítica. ‘Rebecca’ é uma adaptação fraca que não faz jus ao livro