O Hard Club, no Porto, foi o local escolhido pelo mítico baixista e fundador dos Iron Maiden, Steve Harris, para dar inicio à tournée do projecto a solo, British Lion.  Com uma sala a meio gás, a noite começou ao som dos Zico Chain: o trio londrino trouxe na bagagem o seu recente trabalho The Devil In Your Heart, liderado por Chris Glithero (voz/baixo) logo demonstrou por que foram a banda escolhida para fazer a primeira parte da tournée que tem percorre 14 países e 20 cidades.

_DSC8593  _DSC8621

Após uma excelente primeira parte ao som do rock dos Zico Chain, veio o momento mais aguardado da noite: a subida ao palco dos British Lion liderados por Steve Harris, que começou com This Is My God cheia de energia e euforia do público. Lost Words, Us Against The World e Judas também tiveram uma excelente recepção da parte do publico

_DSC8755  _DSC8816

Nas músicas novas Father Lucifer, Guineas And Crowns, The Last Chance e The BurningRichard Taylor (voz) demonstrou toda a sua experiência e energia em palco, interagindo com o público e demonstrando boa disposição, mesmo quando se ouviam algumas vezes “Maiden!, Maiden!“. Tudo por causa de Steve Harris, que desde o início ao fim do concerto não se cansou de percorrer o palco, puxando pelo público, murmurando todas as músicas como nos tem habituado ao longo dos tempos com Iron Maiden.

_DSC8864  _DSC8830

Para o final da noite, Let It Roll, cover dos UFO e com ajuda do público um final em beleza com Eyes Of The Young, deixando no ar um desejo que a banda regresse em breve. Para alguns esta noite  foi um aquecimento para o concerto dia 29 de maio, em que os Iron Maiden tocam no Pavilhão Atlântico na sua tournée Maiden England.

_DSC8811

Texto e Fotografia: André Cardoso