O ex-diretor-geral da TVI, João Cotrim de Figueiredo, acusou Júlia Pinheiro de ter sido desleal para com a estação na altura em que saiu para a SIC, apontando inclusivamente que esta terá escondido as negociações com a estação de Carnaxide para beneficiar do tempo de antena na Quatro. 

Em entrevista ao site A Televisão, o antigo responsável da estação de Queluz, contou que foi «Júlia que se despediu», não sem acrescentar que a apresentadora não foi «leal nem para com a estação e nem para comigo, porque ela já sabia que ia para a SIC quando aceitou fazer a primeira Casa dos Segredos, tinha tudo combinado com a SIC há meses, mas achou que sairia em glória se fizesse o programa antes de sair». Cotrim de Figueiredo explica ainda que falou com Júlia «muito abertamente várias vezes durante essa fase» e que a atual diretora de formatação de conteúdos da SIC «pode confirmar, esta é a verdade».